Família de Gugu se reúne pela primeira vez desde o Natal em missa, um ano após morte do apresentador

·3 minuto de leitura

A disputa pela herança e todas as polêmicas e brigas expostas na mídia desde sua morte serão pelo menos um dia esquecidas pela memória de Gugu. Um ano exato depois da morte do apresentador, grande parte da família estará reunida para homenageá-lo. Seus três filhos, João Augusto, de 19 anos, e as gêmeas, Marina e Sofia, de 16, estão em São Paulo e passarão a data ao lado da avó, Dona Maria do Céu, mãe de Gugu, onde estão hospedados, e de outros familiares, como seus sobrinhos, também contemplados no testamento deixado por ele, e amigos muito próximos. Será uma reunião íntima, para a família, na casa de Maria do Céu. Uma missa, a ser realizada por um padre, está programada.

Os filhos do apresentador, que moram nos Estados Unidos, vieram ao Brasil para o lançamento da campanha de doação de órgãos #Guguvive, na última quinta-feira, e decidiram ficar mais alguns dias para passar a data da morte no Brasil. Todos não se reuniam desde o Natal do ano passado.

Os três, aliás, estão engajados na divulgação da campanha. Eles têm usado suas plataformas para propagar o incentivo à doação de órgãos. Os filhos do apresentador, por exemplo, publicaram um vídeo em que surge a imagem de Gugu, que diz: "Se eu pudesse, eu me dividiria em milhões de pedaços para agradecer". Dona Maria do Céu, aparece em seguida, e diz: "Ninguém está preparado para perder um filho". João, Marina, Sofia e outros parentes também participam do registro.

Rose Miriam se emociona

Rose Miriam, mãe dos filhos de Gugu, não participou do lançamento em São Paulo, mas divulgou a campanha em suas redes sociais. Na página, ela também postou um vídeo em que surge emocionada, e que fala da falta que sente do apresentador.

Defesa de Rose Miriam diz que novo documento anexado a processo 'prova' união estável dela com Gugu Liberato

"Estou sofrendo demais, porque eu sinto muitas saudades dele. As crianças estão sofrendo muito, claro, toda a família sofre. A dor é muito grande, a saudade é muito grande. Saudade chega e me cortar o coração e me deixar doente. É muito difícil. Sinto falta do sorriso dele, de orelha a orelha. Quando ele abria a porta daqui de casa e entrava feliz da vida. Abraçava cada um de nós", consta de um trecho da mensagem de Rose Miriam, que acrescenta que o apresentador morreu "na hora em que sofreu a queda".

"A gente logo chegou no hospital e a doutora falou que já estava em morte encefálica. Foi horrível quando ela falou que não havia nada a ser feito. Eu não acreditava. Não acredito até hoje ", acrescentou ela, que diz que admirava e o amava muito Gugu.

Rose Miriam briga na Justiça pelo reconhecimento de sua união estável com o Gugu e ter parte na herança, avaliada em cerca de R$ 1 bilhão. O ponto de partida do imbróglio entre ela e a família de Gugu foi a leitura do testamento, que data de 2011, após o falecimento do apresentador. O patrimônio, segundo o documento, deve ser dividido entre os filhos (25% para cada um) e os cinco sobrinhos - os três filhos de Amandio Liberato e dois de Aparecida Liberato - compartilhariam o restante da herança.

Rose não é mencionada no testamento, que tem como inventariante a irmã de Gugu, Aparecida.

Chef de cozinha visita o túmulo

Na última sexta-feira, o chef de cozinha Thiago Salvático visitou o túmulo de Gugu e prestou uma homenagem. Ele, que mora na Alemanha, alega ter vivido um relacionamento de oito anos com o apresentador. Thiago, que está em São Paulo, falou da falta que sente do apresentador, a quem se refere como "meu eterno amor".

Sobre o relacionamento, Thiago afirmou que, por Gugu ser uma pessoa muito conhecida, ambos tinham uma discrição muito grande: "Mesmo assim, nada nos impediu de sermos felizes, de nadar na praia ou ir a um shopping, de caminhar.... Preferíamos caminhar fora do Brasil, porque tínhamos mais liberdade. Mas também fazíamos aqui".