Família de idoso morto ao ser agredido em show de Fábio Jr. pede Justiça: 'isso não pode ficar assim'

Um idoso de 63 anos morreu na madrugada deste sábado após ser agredido no show do cantor Fábio Jr. no Clube de Campo Sorocaba. Ele estava acompanhado da mulher, que presenciou toda a cena. Nas redes sociais, seus parentes e amigos lamentam o ocorrido e pedem Justiça. O autor do crime, um homem de 42 anos, foi preso em flagrante. De acordo com relatos de testemunhas, ele desferiu socos e chute, tendo sido contido pelo próprio público do show até a chegada de policiais militares. Segundo a Polícia Civil de São Paulo, o caso foi registrado como homicídio pelo Plantão de Sorocaba.

Grupo de cantopop Mirror: saiba quem são os 12 integrantes

Vídeo: dançarino atingido por telão em show do grupo Mirror em Hong Kong pode ficar tetraplégico; imagens fortes

"Um indivíduo agrediu ele a socos", contou a cunhada de Antonio Carlos Juliano. "Ele caiu no chão e faleceu".

Ao GLOBO, ela disse que o autor do crime foi levado para audiência de custódia, tendo sido mantido preso, com "muitos agravantes".

— Teve intenção de matar — afirmou a cunhada.

Conhecidos da família também ficaram chocados com o episódio.

"Juliano era uma pessoa super da paz", declarou uma pessoa na seção de comentários de uma postagem que comunicava a morte de Antonio.

Uma sobrinha dele reagiu dizendo que "não se conforma com tamanha tragédia".

"Isso não pode ficar assim meu Deus temos que exigir justiça (sic)", acrescentou.

Ainda que o autor da agressão tenha sido preso, ela resumiu o sentimento geral das pessoas próximas à vítima: "infelizmente o que nos era mais caro já se foi".

Em outro post, a sobrinha disse nunca ter imaginado que fosse "perder um amado vítima de assassino por espancamento".

"É muito doloroso", afirmou.

Em comunicado publicado nas redes sociais, o Clube de Campo Sorocaba "lamentou profundamente o ocorrido" com um de seus sócios.

"Nos solidarizamos com a família da vítima e informamos que daremos o apoio necessário, inclusive às autoridades. Reiteramos que a UTI Móvel contratada para o evento, assim como profissionais da saúde, agiram prontamente para socorrer a vítima. O efetivo de seguranças também estava no local e agiu assim que percebida a movimentação. Eles identificaram o agressor, que foi encaminhado por policiais militares à delegacia para que fossem tomadas as devidas providências legais", afirma a nota, assinada pela diretoria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos