Família de Marília Mendonça elogia aprovação de projeto de lei com nome da cantora: 'Muito válido'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A família de Marília Mendonça elogiou a aprovação do projeto de lei (PL) que leva o nome da cantora na noite de terça-feira (30) pela iComissão de Serviços de Infraestrutura do Senado. O PL 4.009/2021, batizado de Lei Marília Mendonça, obriga a sinalização de todas as torres de energia.

"Eles estão sabendo, sim [da aprovação]. Acham que se esta atitude servir para evitar que vidas se percam, como aconteceu no acidente em que cinco pessoas morreram, acham muito válido", afirmou a assessoria de imprensa ligada à família da cantora e compositora.

Em 5 de novembro, a artista e mais quatro pessoas morreram após a queda da avião em que estavam e se dirigia a Caratinga (MG), onde Marília faria um show. A aeronave colidiu com a rede de transmissão elétrica na região.

De autoria do senador Telmário Mota (Pros-RR), o texto recebeu parecer favorável da relatora, a senadora Kátia Abreu (PP-TO) e, se não houver recurso para votação em Plenário, o texto segue para análise da Câmara dos Deputados.

— Fiquei muito triste com sua morte. Eu e toda a minha família, em especial meu filho Iratã, que mora em Goiânia e é um fã ardoroso de Marília Mendonça, e até com certa proximidade. O acidente foi uma fatalidade? Sem dúvida. Mas uma fatalidade que poderia ter sido evitada. Essa lei que votamos aqui pode evitar novos choques de aeronaves —destacou Kátia Abreu.

De acordo com o projeto, devem ser sinalizadas todas as linhas de transmissão, inclusive aquelas sob concessão ou permissão de distribuição de energia elétrica. As torres devem ser pintadas com cores que possibilitem ao piloto de aeronave identificá-las apropriadamente como sinal de advertência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos