Família protege filha de Pocah, do 'BBB21', de comentários racistas e registra queixa

Leonardo Ribeiro
·1 minuto de leitura

Indignados com comentários racistas feitos contra Vitória, a filha de 5 anos de Pocah, familiares da confinada no "Big Brother Brasil 21" acionaram um advogado para registrar queixa na Polícia do Rio de Janeiro e acompanhar as investigações.

— Nunca imaginei que sofreríamos algo nesse ponto. São muitos perfis nos atacando. Depois que divulgamos o que estava acontecendo, teve um que até debochou dizendo que está há anos esperando o perfil dele no Instagram cair. Como tudo aconteceu ontem a noite, não tivemos tempo de ir à Polícia, mas já colocamos nosso advogado cuidando disso para ir à Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) — diz Vinny Darian, irmão de Pocah e responsável legal pela filha da cantora enquanto ela estiver confinada no reality show da Rede Globo.

Os comentários foram feitos no perfil da criança no Instagram. A conta é monitorada pelos responsáveis. Por isso, Vitória não leu os comentários racistas.

— Não deixamos e não vamos deixar nada disso chegar na Toya (apelido da Vitória). É muito difícil para nós lermos tudo isso. Minha irmã nunca passou nada parecido, ainda mais com a filha.

O noivo de Pocah, Ronan Souza, também se pronunciou publicamente sobre o caso, e afirma que já identificou alguns autores dos ataques:

"Vocês que foram no perfil da Vitória falar merda para uma criança, joga o CHIP fora, já achei 4 de vocês. João Pessoa, Florianópolis, e 2 do Rio. Já já tem uma surpresinha", disse no Twitter.