Família resgata no deserto australiano após quatro dias

·1 min de leitura
Foto de 12 de novembro de 2021, divulgada pela Autoridade Australiana de Segurança Marítima (AMSA), mostra o motorhome de um família atolado em uma área remota do sul da Austrália, a cerca de 150 quilômetros de Oodnadatta (AFP/Handout)

Uma família de quatro pessoas bloqueada há quatro dias no interior da Austrália foi resgatada de helicóptero nesta terça-feira (16), informou a polícia, depois que as inundações impediram as operações no fim de semana.

Ori e Lindsey Zavros, e os dois filhos, viajavam pelo remoto deserto de Simpson, no centro da Austrália, quando seu motorhome ficou atolado na sexta-feira (12).

Respondendo a uma sinalização de emergência, a Autoridade Australiana de Segurança Marítima (AMSA, na sigla em inglês) teve que lançar do ar um telefone por satélite para poder se comunicar com a família devido às inundações e ao isolamento da região, que fica 150 quilômetros ao noroeste da pequena cidade de Oodnadatt

Após vários dias no deserto, a polícia confirmou que a família foi resgatada de helicóptero nesta terça-feira (16).

"A família foi levada em seguida de avião para Coober, onde passará a noite e decidirá sobre sua viagem", afirmou a polícia em um comunicado.

A cidade desértica de Alice Springs registrou no início da semana passada a maior quantidade de chuva em um único dia desde 2001, o que transformou o rio Todd, que é intermitente e permanece seco a maior parte do tempo, em uma torrente.

As chuvas também provocaram inundações e alertas em grandes áreas do sul e do leste do país

Nos últimos anos, a Austrália tem sofrido períodos de seca, incêndios florestais e inundações cada vez mais extremas, provocadas pela mudança climática.

al/arb/qan/mlb/pz/es/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos