Família se defende das denúncias de 'Salve Bel para meninas': 'Muitas estórias são de ficção'

Leonardo Ribeiro
Bel com a mãe Francinete

A família do canal infanto-juvenil "Fran para meninas" virou alvo de polêmica nos últimos dias das redes sociais por conta de vídeos publicados. Fãs sugeriram que Francinete, mãe de Bel, de 13 anos, e Nina, de 5 anos, estaria obrigando as próprias filhas a se exporem a situações constrangedoras em nome do humor no conteúdo. Francinete e Maurício, pais das crianças, se defenderam das acusações após o contato do EXTRA.

"A nossa família é responsável por diversos canais de comunicação, que somam cerca de 21 milhões de seguidores. Dito isso, por meio de nossos canais passamos a publicar conteúdos controlados, vez que não se trata de um reality show onde estaríamos 100% expostos. Pelo contrário, nós escolhemos os conteúdos que publicamos, muitas das estórias são de ficção criadas por nós dentro da temática que abordamos. Não se trata de expor a nossa relação interpessoal e familiar, mas se trata de expor certos acontecimentos nas hipotéticas relações interpessoais familiares em geral, nas quais eventualmente nos incluimos", diz trecho da nota.