Família de velejadores brasileiros inicia no domingo expedição mundial para conscientizar sobre poluição dos mares

·3 minuto de leitura

Conhecida como a primeira família brasileira a dar a volta ao mundo a bordo de um veleiro, a Família Schurmann inicia no domingo, 29 de agosto, mais uma expedição mundial. Partindo de Balneário Camboriú (SC), o objetivo da expedição Voz dos Oceanos, que conta com apoio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), é conscientizar a população sobre a poluição dos mares.

A iniciativa está prevista para durar dois anos, nos quais Vilfredo, Heloisa e os filhos Pierre, David e Wilhelm, junto com os demais tripulantes da embarcação, passarão por 60 destinos nacionais e internacionais, entre Brasil e Nova Zelândia.

O projeto tem o intuito de registrar a poluição nos oceanos, buscar soluções inovadoras para combater esse problema e engajar pessoas ao redor do planeta sobre a necessidade de ações para a preservação das águas.

A etapa brasileira da expedição inicia em Balneário Camboriú, e terá 11 destinos entre setembro e novembro deste ano: Santos (SP), Ilhabela (SP), Ubatuba (SP), Paraty (RJ), Rio de Janeiro (RJ), Búzios (RJ), Vitória (ES), Abrolhos (BA), Salvador (BA), Recife (PE) e Fernando de Noronha (PE).

Depois, seguirá para o Caribe, costa atlântica dos Estados Unidos, arquipélago das Bermudas, voltando para o Caribe, México, cruzando o canal do Panamá, navegando até Galápagos, seguindo pelo Oceano Pacífico Sul até a Polinésia e terminando na Nova Zelândia.

O projeto também envolverá diversos atores como cientistas, educadores, ambientalistas, empreendedores, executivos e ONGs com propostas para reverter o cenário de destruição dos mares.

"Voz dos Oceanos vai além da nossa família. Esse é um movimento coletivo em prol dos nossos oceanos, nosso planeta e nossa vida. Todos podem ser essa voz. E assim como os oceanos, nosso movimento também não tem fronteiras. É uma iniciativa do Brasil para o mundo", afirma David Schurmann, em nota.

A expedição conta também com apoio internacional da Plastic Soup Foundation, patrocínio de marcas, e será destaque mensal do Fantástico.

A Voz dos Oceanos aposta em três pilares de atuação. A vertente empreendedora tem foco em encontrar soluções ambientais para a indústria, fomentando empreendedores e startups que tenham como proposta encontrar soluções para diminuir ou eliminar o uso do plástico.

O pilar científico pretende investigar os diferentes níveis de impacto que os oceanos estão sofrendo. E o educacional busca realizar jornadas educativas, incluindo criação de materiais, games e oficinas sobre o tema.

Após dez anos de planejamento e preparativos, em 1984 Vilfredo e Heloisa partiram de Santa Catarina, com os filhos Wilhelm, David e Pierre, que na época tinham 7, 10 e 15 anos, para dar sua volta ao mundo a bordo de um veleiro. Eles passaram dez anos no mar nessa primeira aventura.

Desde então, realizaram mais duas voltas ao mundo, a Magalhães Global Adventure (1997 - 2000) e a Expedição Oriente (2014 - 2016), além de muitas outras navegações.

O veleiro Kat, no qual tripulação viaja a bordo na nova expedição, foi batizado em homenagem à filha do casal, que morreu em 2013 por complicações do vírus HIV.

Nas viagens dos últimos anos, a família observou de perto as mudanças severas sofridas pelos oceanos, cada vez mais poluídos. Vilfredo Schurmann destaca que elas impactam não apenas a vida marinha, mas as populações de modo geral.

“O tema é tão urgente que a ONU definiu o período de 2021 a 2030 como a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável. Acreditamos que por meio de uma grande corrente mundial do bem conseguiremos mudar juntos o cenário”, afirma Vilfredo.

“É muito triste saber que tantos animais morrem diariamente ao ingerirem plástico, incluindo tartarugas, baleias e aves marinhas. Afinal de contas, cerca de oito milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos todos os anos. Se não apostarmos em medidas de contenção, a situação ficará ainda mais grave, podendo triplicar esse volume até 2040”, diz Heloisa Schurmann.

Ao lado da família, ela é defensora da campanha Mares Limpos da ONU, com objetivo de reduzir os impactos dos plásticos descartados nos oceanos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos