Famílias afetadas no litoral paulista receberão R$ 1 mil

TAYGUARA RIBEIRO
GUARUJÁ, SP, BRASIL, 03-03-2020 - Moradores ajudam bombeiros nas buscas por sobreviventes no Morro da Barreira, no Guarujá·. A forte chuva que atingiu a Baixada Santista na madrugada de terça-feira, deixou 16 mortos e pelo menos 46 pessoas desaparecidas. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As famílias atingidas pelos deslizamentos de terra ocorridos no litoral sul de São Paulo receberão R$ 1 mil como apoio pelos prejuízos sofridos. O valor será disponibilizado pelo governo do estado de São Paulo. A tragédia ocorreu após as fortes chuvas que caíram na região e afetaram, principalmente, as cidades de Guarujá, São Vicente e Santos.

"Cada família terá R$ 1 mil para reparação de danos. Muitas pessoas perderam tudo: fogão, geladeira, colchão, roupa de cama e outros utensílios. Teremos também o aluguel social de R$ 500 por família por mês. O governo do estado contribui com R$ 300 e cada prefeitura, com R$ 200. Nos R$ 1 mil para reparação de danos, a responsabilidade é integralmente do Governo do Estado", explicou o governador paulista, João Doria (PSDB).

As administrações municipais ficarão responsáveis por cadastrar as famílias necessitadas. O aluguel social será pago por até 12 meses. "Nosso objetivo é priorizar habitação definitiva para essas 483 pessoas. Estamos falando, em média, de cem famílias", acrescentou Doria.

Segundo a Secretaria de Estado da Habitação existem 3.273 moradias populares programadas ou em construção em Santos, São Vicente e Guarujá. A pasta diz que o investimento é de R$ 300 milhões.