Famílias do massacre de Sandy Hook vencem na Justiça contra negacionista

·2 min de leitura
Em 14 de dezembro de 2012, o atirador Adam Lanza entrou em uma escola com um rifle de assalto e matou 20 crianças de seis e sete anos, além de seis professores (AFP/JOHN MOORE)

Uma juíza americana decidiu nesta segunda-feira (15) a favor dos pais que processaram o conspiracionista Alex Jones por dizer que o massacre na escola primária de Sandy Hook, no leste dos Estados Unidos, foi uma farsa, informou um advogado das famílias.

Vinte crianças e seis professores foram mortos a tiros na escola localizada em Newton, Connecticut, em dezembro de 2012, pelo atirador Adam Lanza, de 20 anos, que depois se suicidou.

Jones, um radialista de extrema direita que dirige o site Infowars, afirmou que o tiroteio em massa foi encenado como parte de um complô do governo para tirar as armas dos americanos. Ele disse até que os familiares enlutados eram atores pagos.

Em 2018, seis famílias de vítimas entraram com um processo contra ele, alegando que ele havia ganhado milhões de dólares vendendo uma narrativa que era sabidamente falsa.

Barbara Bellis, juíza do estado de Connecticut, responsabilizou Jones por omissão depois que ele se recusou a entregar documentos, incluindo registros financeiros solicitados pelo tribunal, de acordo com a imprensa dos EUA.

"O Sr. Jones teve todas as oportunidades de cumprir (com a lei), mas quando decidiu reter as provas por mais de dois anos, o tribunal não teve escolha a não ser decidir como fez hoje", explicou Chris Mattei, que representa os demandantes, em um comunicado.

"Embora a decisão de hoje seja uma vitória legal, a batalha para esclarecer o quão profundamente o Sr. Jones prejudicou essas famílias continua", disse a juíza Bellis.

Um juiz do Texas emitiu recentemente decisões semelhantes em três processos por difamação movidos por famílias de Sandy Hook no estado.

Os jurados em ambos os estados agora decidirão o valor que as famílias devem receber como compensação por parte de Jones, que desde então reconheceu que o tiroteio foi real.

pdh/mlm/ag/llu/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos