Família de haitianos leva golpe de R$ 30 mil de falsa agência de imigração

Uma família haitiana caminha junto sob um céu azul. (Foto: Getty Creative)
Uma família haitiana caminha junto sob um céu azul. (Foto: Getty Creative)

Uma família de imigrantes haitianos caiu em um golpe e perdeu R$30 mil ao tentar trazer parentes ao Brasil. O caso ocorreu em Estrela, cidade gaúcha que fica a 112 km de Porto Alegre (RS).

De acordo com a polícia, os bandidos criaram um anúncio nas redes sociais se passando por uma agência de viagens verdadeira cuja sede fica em Curitiba (PR). Na publicação, eles ofereceram um serviço de transporte de imigrantes ao país, de forma fácil e sem a necessidade de visto. O pagamento do serviço foi feito através de uma conta registrada na República Dominicana.

Outras pessoas já teriam caído no mesmo golpe, segundo a agência verdadeira. A polícia agora investiga o caso e busca descobrir o destino final do dinheiro e a conta vinculada de forma a devolver o valor à família lesada.

O delegado Humberto Röehrig pediu que as pessoas desconfiem de serviços com preços muito abaixo do mercado.

Ao G1, a vítima do golpe, Jean Thesalus, disse que a família reside há seis anos no Brasil e chegou a alugar um apartamento para os parentes.

Uma vaquinha on-line conseguiu arrecadar R$ 7.504,91 para a família haitiana até a tarde da sexta-feira (5).

Aumento no número de golpes

A TransUnion, empresa norte-americana de análise de dados, afirmou que as tentativas de fraude digital no segmento de viagens e lazer no Brasil saltaram 255% no segundo trimestre de 2021, na comparação com o mesmo período de 2020. De acordo com o levantamento, os criminosos disparam mensagens fraudulentas nas redes sociais de forma a atrair pessoas para sites e agências falsas.

A recomendação é de que os clientes se atentem a barra de endereços, se não há algum carácter diferente. Em caso de dúvida, verifique o certificado do site no ícone de bloqueio que fica à esquerda da URL.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos