Família recebe vídeo de homem sendo torturado após sair em busca de emprego

(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)

Um homem de 28 anos está desaparecido desde a última quinta-feira (28) quando saiu para ver uma proposta de trabalho, no município de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Fortaleza, Ceará.

Após o sumiço, a família de Rosimbergue dos Santos Lucena recebeu um vídeo em que ele aparece supostamente detido por criminosos ligados a uma facção local. A Polícia Civil investiga o caso e faz buscas, informou o portal g1.

De acordo com a auxiliar de costura Patrícia Maria Pereira, 39 anos, mulher de Rosimbergue, o marido, atualmente desempregado, recebeu um convite para trabalhar em uma obra no município de um conhecido para quem já havia trabalhado.

O homem tinha previsão de sair para o local indicado na quarta-feira (27) e teria avisado a esposa que passaria um tempo fora para realização do serviço. No entanto, ele não chegou a ir para a obra nesse dia.

No dia seguinte, Rosimbergue pediu R$ 100 emprestado à esposa para questões de logística da viagem, saindo de casa por volta de 11h do bairro onde mora na companhia de um amigo, segundo Patrícia.

Os homens se encontrariam no local com outros trabalhadores que fariam serviços na obra. Mas Rosimbergue deixou de manter contato com a esposa às 18h, e ela foi em busca de informações a respeito dele com pessoas próximas.

No entanto, ao longo das buscas, pessoas próximas do homem receberam um vídeo, no qual ele aparece imobilizado, dizendo morar no Araturi e conhecer "os caras lá". Um amigo dele informou que existe outro vídeo, em que o homem é ferido e torturado.

O conhecido de Rosimbergue informou que acredita que ele e outras três pessoas foram capturadas por homens supostamente ligados a uma facção local, mas apenas ele teria sido mantido pelo grupo.

As outras pessoas foram liberadas e prestaram depoimento em delegacia após o sumiço do homem.

Já a esposa do desaparecido, após saber dos boatos sobre o marido, buscou o contratante para obter mais informações. O contratante teria, então, ido à Delegacia Metropolitana de São Gonçalo do Amarante para registrar o desaparecimento.

Nesta segunda-feira (1º), por meio de nota, a Polícia Civil informou com base nas primeiras informações, que a vítima teria sido vista pela última vez em São Gonçalo do Amarante.

A delegacia do município é responsável pelas investigações do caso, e os trabalhos policiais seguem até a localização da vítima.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos