Familiares de pacientes com coronavírus imploram por oxigênio no Peru

Por Jesus OLARTE, Carlos MANDUJANO
O oxigênio se tornou um produto em falta no Peru devido à pandemia

Quase 100 pessoas formam fila para comprar um tanque de oxigênio que permita manter com vida seus parentes infectados com o novo coronavírus. Alguns chegaram logo após o fim do toque de recolher imposto no Peru e esperam sua vez com paciência.

"Estamos na fila para conseguir um pouco de oxigênio, porque precisamos de oxigênio diário para um paciente, um familiar em estado delicado", diz à AFP Guillermo Arias, 53 anos, na cidade portuária de Callao, perto de Lima.

No mesmo horário, na porta do Hospital "Dos de Mayo", em Lima, familiares de pacientes em estado grave por COVID-19 também tentam conseguir oxigênio para os entes queridos.

"As pessoas não têm oxigênio dentro (do hospital). Eu tive que comprar dois tanques de oxigênio para levar até meu pai no hospital", explicou à AFP Olga Bravo, de 44 anos.

O oxigênio se tornou um produto em falta no Peru, devido à pandemia.

O governo anunciou que vai importar dos países vizinhos e pediu o apoio de empresas de mineração e metalúrgicas, que utilizam o oxigênio em fundições.

O Seguro Social de Saúde (Essalud), que administra 400 hospitais e consultórios, calcula que a demanda de oxigênio multiplicou por cinco.

A escassez foi percebida em um primeiro momento nos hospitais da Amazônia peruana, mas o problema rapidamente chegou a Lima e Callao, onde vivem 10 milhões dos 33 milhões de habitantes do país.

Os preços aumentaram: "Antes custava 30 sóis (nove dólares) o metro cúbico, agora custa 60 (18 dólares). Como fazemos? Se as pessoas não têm oxigênio, elas morrem", questionou Jorge Contreras, parente de um paciente.

Segundo país da América Latina em número de contágios de COVID-19, atrás apenas do Brasil, o Peru superou na quarta-feira 178.000 casos confirmados, com mais de 4.800 mortes, de acordo com o balanço oficial.

Os hospitais peruanos têm mais de 10.100 pacientes com coronavírus, o que deixa o sistema de saúde à beira do colapso.

Para enfrentar a falta de oxigênio, o Colégio Médico do Peru propôs ao governo recorrer às metalúrgicas e empresas de mineração para conseguir tanques vazios para o reabastecimento do elemento essencial para manter com vida os pacientes com graves problemas respiratórios provocados pela COVID-19.

"A falta de oxigênio é um risco latente em várias regiões, não apenas em Lima", afirmou à AFP o diretor do Colégio Médico na região de Chiclayo (norte), Manuel Soria.

"Os pacientes de coronavírus têm o oxigênio que (geralmente) é reservado aos pacientes em estado grave que passam por cirurgias de alto risco. São cinco vezes mais. É uma hiperinflação, porque os pacientes precisam de oxigênio de altíssimo fluxo", explicou o porta-voz do Essalud, César Chaname.

O governo prometeu criar um programa para garantir o abastecimento.

"Vamos implementar um plano. Assim como fizemos com os medicamentos (em maio para garantir a oferta e impedir aumentos de preços), vamos fazer também com o oxigênio", afirmou o ministro da Saúde, Víctor Zamora.

  • Jovem morre de Covid-19 após participar de festa em igreja e ser medicada com hidroxicloroquina pelos pais
    Saúde
    Extra

    Jovem morre de Covid-19 após participar de festa em igreja e ser medicada com hidroxicloroquina pelos pais

    A festa realizada em junho teve a presença de cerca de 100 pessoas, que não respeitaram os distanciamento social ou usaram máscaras

  • Facebook suspende rede de fake news ligada a assessores de Bolsonaro e filhos
    Política
    Yahoo Notícias

    Facebook suspende rede de fake news ligada a assessores de Bolsonaro e filhos

    O Facebook afirmou que foram encontrados vínculos com assessores do presidente e de seus filhos Eduardo e Flávio Bolsonaro

  • Mulher que atacou fiscal da Vigilância Sanitária não tem registro como engenheira química; Conselho investiga
    Notícias
    Extra

    Mulher que atacou fiscal da Vigilância Sanitária não tem registro como engenheira química; Conselho investiga

    A mulher que atacou verbalmente o superintendente de educação e projetos da Vigilância Sanitária do...

  • Vaquinha para ajudar Rita Cadillac só arrecada R$ 275 em 10 dias de campanha: meta é de R$ 4 mil no mês
    Notícias
    Extra

    Vaquinha para ajudar Rita Cadillac só arrecada R$ 275 em 10 dias de campanha: meta é de R$ 4 mil no mês

    Passando por dificuldades e recebendo auxílio emergencial, Rita Cadillac ainda está longe de bater...

  • Letícia Sabattella faz desabafo sobre estreia na TV e primeiro casamento: 'Pouco saudável em pouco tempo'
    Notícias
    Extra

    Letícia Sabattella faz desabafo sobre estreia na TV e primeiro casamento: 'Pouco saudável em pouco tempo'

    Letícia Sabatella tinha apenas 20 anos quando estreou em novelas. E logo no horário nobre, numa...

  • Atriz de ‘Malhação’, Pillar Costa fala de drama ao ter vídeo em site adulto: ‘Pensei em me matar de verdade’
    Entretenimento
    Extra

    Atriz de ‘Malhação’, Pillar Costa fala de drama ao ter vídeo em site adulto: ‘Pensei em me matar de verdade’

    Tudo estava indo muito bem na vida de Pillar Costa até novembro do ano passado. Ela havia passado o...

  • Mais uma vez, Carlos Bolsonaro se revolta com pedidos de morte ao pai
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Mais uma vez, Carlos Bolsonaro se revolta com pedidos de morte ao pai

    Vereador acha que atitude desdenha da escolha democrática dos brasileiros.

  • Blogueira é chamada de ‘gênia’ por Regina Casé após vídeos viralizarem na internet e seguidores chegam a 1,4 milhão
    Entretenimento
    Extra

    Blogueira é chamada de ‘gênia’ por Regina Casé após vídeos viralizarem na internet e seguidores chegam a 1,4 milhão

    Após ser chamada de “gênia” por Regina Casé, Camilla de Lucas viu seu número de seguidores...

  • Como a PGR 'blindou' Ministério da Saúde de alerta de procuradores contra cloroquina
    Saúde
    BBC News Brasil

    Como a PGR 'blindou' Ministério da Saúde de alerta de procuradores contra cloroquina

    Órgão criado por Augusto Aras para acompanhar pandemia da covid-19 decidiu não encaminhar ao Ministério da Saúde recomendação feita por procuradores de SP, RJ, PE e SE.

  • Saúde
    BBC News Brasil

    Bolsonaro viraliza com uso e defesa polêmica da hidroxicloroquina

    Ao anunciar que tinha testado positivo para covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) gravou um vídeo mostrando que tem tomado hidroxicloroquina como parte do tratamento para a doença. Segundo Bolsonaro, após iniciar o tratamento na segunda-feira (6/7), ele está se sentido melhor, tendo se livrado dos sintomas iniciais como mal estar, febre e cansaço. Apesar de defender o uso do medicamento, o presidente admitiu que não há comprovação científica de que a hidroxicloroquina ajude no combate ao novo coronavírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) não recomenda a ingestão da droga para o tratamento de covid-19 e alerta para perigosos possíveis efeitos colaterais. Você pode saber mais sobre a polêmica em torno do uso da hidroxicloroquina lendo a nossa matéria. https://www.bbc.com/portuguese/geral-53327708

  • Enem 2020 será em janeiro de 2021, diz MEC
    Política
    Yahoo Notícias

    Enem 2020 será em janeiro de 2021, diz MEC

    A divulgação do calendário foi feito em entrevista coletiva para a imprensa

  • Saiba quanto Flamengo e Fluminense podem faturar em caso de títulos da Taça Rio e do Carioca
    Esportes
    Extra

    Saiba quanto Flamengo e Fluminense podem faturar em caso de títulos da Taça Rio e do Carioca

    Flamengo e Fluminense se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, com objetivos...

  • 'Olhem agora o que está acontecendo no Brasil', diz Trump sobre administração de Bolsonaro
    Política
    Yahoo Notícias

    'Olhem agora o que está acontecendo no Brasil', diz Trump sobre administração de Bolsonaro

    Ele acredita, porém, que as medidas tomadas por sua administração em resposta à pandemia salvaram milhares de vidas

  • Notícias
    Extra

    ‘Meu pai é procurador, você vai perder teu emprego’, ouviu fiscal da Vigilância que sofreu intimidação em bar 

    RIO - Quando o público de um bar na Rua Olégario Maciel, na Barra da Tijuca, Zona Oeste, começou a...

  • STJ decide: trabalhador pode acumular salário com benefício retroativo do INSS por incapacidade
    Notícias
    Extra

    STJ decide: trabalhador pode acumular salário com benefício retroativo do INSS por incapacidade

    A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que poderá acumular o salário com o...

  • Fundador da Ricardo Eletro é preso acusado de fraudes fiscais
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Fundador da Ricardo Eletro é preso acusado de fraudes fiscais

    De acordo com investigações, aproximadamente R$ 400 milhões em impostos foram sonegados ao longo de cinco anos

  • Política
    Folhapress

    Advogados direitistas lançam ação internacional para denunciar STF

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um grupo de advogados deu início na semana passada ao que chamou grandiosamente de “A maior ação do mundo”. Eles protestam contra o que entendem ser violações de direitos humanos patrocinadas sobretudo pelo STF (Supremo Tribunal Federal). À frente da iniciativa está o Movimento Advogados do Brasil (MAB), que reúne profissionais do Direito, em sua maioria de perfil conservador. São também defensores da Lava Jato, destoando do perfil majoritário da corporação, que não pode ver o ex-ministro Sergio Moro (Justiça) pela frente. Iniciada na terça-feira passada (30), a articulação pretende enviar petições para mais de cem entidades do mundo denunciando “as lamentáveis violações de direitos fundamentais” no Brasil. De acordo com o MAB, há cerca de 7.000 advogados engajados nas ações. Os destinatários são instâncias como a OEA (Organização dos Estados Americanos), a Corte Interamericana de Direitos Humanos, o Tribunal de Haia e a ONU, além de órgãos jurídicos internacionais e veículos de imprensa. O principal alvo das reclamações é o inquérito das fake news aberto pelo STF, que tem mirado principalmente ativistas digitais e empresários apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. “Desde sua instauração [do inquérito], vários princípios e regras básicas e universais de direitos humanos vêm sendo cotidianamente violadas”, diz um texto do advogado Emerson Grigollette, de Presidente Prudente (SP), um dos organizadores do movimento. Procurado pela reportagem, Grigollette não quis dar entrevista. Uma petição on-line de apoio à ação, que pode ser assinada por qualquer pessoa, foi postada no site CitizenGo, plataforma espanhola para abaixo-assinados conservadores bastante usada pela direita brasileira. Até a noite desta segunda-feira (6), já contava com mais de 94 mil assinaturas. Os principais pontos criticados pelos advogados são os mesmos já abordados por opositores do inquérito, aberto no ano passado para investigar ataques on-line direcionados contra o Supremo. A maior polêmica se refere à forma como o inquérito se iniciou: de ofício, ou seja, por iniciativa da própria corte, sem ser provocada. Além disso, o relator, ministro Alexandre de Moraes, foi escolhido a dedo pelo presidente Dias Toffoli, e não por sorteio, como é habitual. O STF está na situação singular de comandar o inquérito e julgá-lo, o que levanta questões sobre sua imparcialidade. Não é tudo, dizem os advogados. “Também os direitos a liberdade de expressão e a livre manifestação de pensamento vêm sendo violados”, afirma a petição no CitizenGo. Ou seja, o que o STF aponta como fake news seria simplesmente o exercício do direito de expressão previsto na Constituição. É um argumento recorrente entre a direita. A petição ainda reclama do fato de advogados de acusados não terem tido acesso às acusações contra seus clientes e questiona as quebras dos sigilos fiscal e bancário de investigados. Por fim, não perde a oportunidade de alfinetar o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, que estaria sendo falho ao defender os direitos de advogados, que têm sua atuação no inquérito dificultada. “Responsável pela condução e gestão do órgão máximo de defesa dos direitos dos advogados brasileiros, [Santa Cruz] vem se revelando tímido, senão inerte, na defesa das prerrogativas profissionais”, diz o texto. Santa Cruz é atualmente um duro crítico de Bolsonaro. É difícil saber que efeito prático a “maior ação do mundo” terá, até porque o STF de maneira esmagadora (10 votos a 1) validou o inquérito das fake news. Mas não deixa de ser um novo e importante front que advogados conservadores abriram contra um Judiciário visto por eles como ativista e sem respeito pela liberdade. Por via das dúvidas, os signatários da petição fazem questão de demonstrar que não querem ser confundidos com a franja mais lunática de manifestantes bolsonaristas que pedem intervenção militar e fechamento do Congresso e do STF. “Reconhecemos a importância indiscutível, não só da existência, mas também da manutenção e proteção de uma Suprema Corte e dos Poderes Legislativo e Executivo. […] Portanto, jamais discutiremos ou incentivaremos qualquer medida tendente ao fechamento destes órgãos, que são necessários a própria existência do Estado”, afirmam.

  • 'Não sabia que coronavírus dava em porco': após anúncio do pai, internautas relembram fala de Eduardo Bolsonaro
    Notícias
    Folhapress

    'Não sabia que coronavírus dava em porco': após anúncio do pai, internautas relembram fala de Eduardo Bolsonaro

    A mensagem começou a ser retuitada nesta terça (7), depois que o presidente Jair Bolsonaro, pai de Eduardo, anunciou que está com Covid-19

  • Mary Trump: 5 revelações do livro da sobrinha do presidente dos EUA
    Política
    BBC News Brasil

    Mary Trump: 5 revelações do livro da sobrinha do presidente dos EUA

    Segundo a autora, Donald Trump trapaceou para entrar na faculdade e não consegue “experimentar todo o espectro de emoções humanas”.

  • 14 máscaras estilosas para te inspirar na hora de se proteger do coronavírus
    Notícias
    HuffPost Brasil

    14 máscaras estilosas para te inspirar na hora de se proteger do coronavírus

    Ao que tudo indica enquanto a humanidade nao tomar uma vacina cientificamenteeficaz contra o coronavirus, nos vamos ter de usar mascaras.

  • Ex-mulher de presidente Jair Bolsonaro publica imagem antiga dele ao lado do filho e deseja melhoras: 'Enfrentará o coronavírus'
    Notícias
    Extra

    Ex-mulher de presidente Jair Bolsonaro publica imagem antiga dele ao lado do filho e deseja melhoras: 'Enfrentará o coronavírus'

    Ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, Cristina Bolsonaro utilizou sua página nas redes sociais...

  • Fala atribuída a Bolsonaro sobre uso de máscara ser 'coisa de viado' provoca debate
    Notícias
    HuffPost Brasil

    Fala atribuída a Bolsonaro sobre uso de máscara ser 'coisa de viado' provoca debate

    Mesmo com o aumento de casos de covid-19 e dos mais de 65 mil mortos peladoença no Pais, o presidente Jair Bolsonaro debochava de metodos de proteçaonos bastidores do Palacio do Planalto, chegando a constranger funcionarios eclassificando o uso de mascaras como "coisa de viado".

  • Moro: Lula e Bolsonaro são ‘extremos’ a serem ‘evitados’
    Notícias
    AFP

    Moro: Lula e Bolsonaro são ‘extremos’ a serem ‘evitados’

    Em entrevista exclusiva à AFP, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, criticou alguns pontos da atual administração. Além disso, comparou Bolsonaro a Lula e disse que são dois ‘extremos’ que devem ser ‘evitados’.

  • Transmissão pelo ar
    Notícias
    AFP

    Transmissão pelo ar

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu, nesta terça-feira (7), que ‘surgem provas da transmissão da Covidd-19 pelo ar, depois que um grupo de 239 cientistas internacionais alertou sobre esta possível forma de contágio.