Famosos como Anitta, Tatá Werneck e Gio Ewbank se solidarizam em caso de racismo com Cacau Protásio

Após o episódio de racismo sofrido pela atriz Cacau Protásio, detalhado pela atriz em sua rede social, famosos como Fabiula Nascimento, Marcos Pasquim e Giovanna Ewbank se solidarizaram e postaram mensagens carinhosas e de apoio à atriz. Outros nomes que comentaram nos desabafos de Cacau foram Anitta, Preta Gil, Mumuzinho, Lexa, Fiorella Mattheis, Tatá Werneck, Claudia Leitte, entre outros. A União da Ilha, escola em que a atriz desfila sempre, também manifestou solidariedade com o ocorrido.

Cacau Protásio filmava o longa "Juntos e enrolados" no Quartel Central do Corpo de Bombeiros, no Centro do Rio, no último domingo, quando tornou-se alvo de ataques em mensagens de áudios  de Whatsapp em que alguns bombeiros a criticaram e a ofenderam.

"Ô, minha amiga, fica triste por causa de um bando de ignorante não. Você tão inteligente tão talentosa. Tão do bem. Vá atrás de seus direitos mas não fique triste pq (sic) eles não merecem. Te amo muitão", escreveu Anitta.

Procurada pelo EXTRA para uma entrevista sobre o caso, a assessoria de Cacau Protásio informou que a atriz está, nesta quinta-feira, em gravação do longa "Juntos e enrolados", que segue até meados de dezembro.