Famosos se solidarizam à youtuber Karol Eller, vítima de agressão

RIO — Artistas e personalidades foram às redes sociais prestar solidariedade à youtuber Karol Eller, vítima de agressão em um quiosque na praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, no último domingo (15).

Conhecida por ser defensora do governo e amiga da família Bolsonaro, a youtuber ficou com o rosto desfigurado após as agressões. Karol, a namorada, Suellen Silva dos Santos, e os dois suspeitos da agressão prestaram depoimento nesta terça-feira na 16ª DP, na Barra da Tijuca.

Para a delegada Adriana Belém, titular da 16ª DP e responsável pelas investigações, "trata-se de um caso típico de homofobia".

No Twitter, a cantora Zélia Duncan desejou melhoras à youtuber, e a atriz Bruna Linzmeyer também prestou solidariedade.

O também youtuber Felipe Neto lamentou o corrido, dizendo que "não há nada além de tristeza nesse acontecimento".

A antropóloga Debora Diniz, da Universidade de Brasília, escreveu que "a homofobia se anima quando o presidente diz 'preferir filho morto a filho gay'".