Com tributo dos Cavalinhos, "Fantástico" celebra memória de Tom Veiga

Giselle de Almeida
·4 minuto de leitura
Tadeu Schmidt e Poliana Abritta comandaram homenagem a Tom Veiga no "Fantástico". Foto: reprodução/Instagram/showdavida
Tadeu Schmidt e Poliana Abritta comandaram homenagem a Tom Veiga no "Fantástico". Foto: reprodução/Instagram/showdavida

O “Fantástico” deste domingo (1º) prestou uma extensa homenagem a Tom Veiga, intérprete do Louro José, fiel escudeiro de Ana Maria Braga. Além de lembrar momentos memoráveis do personagem em seus mais de 20 anos de TV, o programa reuniu depoimentos de jornalistas, apresentadores, atores e cantores sobre a perda do ator de 47 anos, encontrado morto em casa, no Rio de Janeiro. E até os Cavalinhos do programa, que anunciam os gols da rodada, fizeram seu tributo ao colega.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

A reportagem também informou que a morte, ainda investigada pela Polícia Civil do Rio, ocorreu na tarde deste domingo. Segundo a emissora, amigos próximos não conseguiram falar com Tom, e o corpo foi encontrado no condomínio em que ele morava, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade.

Leia também:

Ao longo de todo o programa, famosos deixaram mensagens carinhosas, celebrando a memória de Tom. O sertanejo Luciano Camargo declarou: “O Brasil perdeu hoje um grande artista, um cara muito inteligente, que fazia o personagem ganhar vida. Engraçado que a gente chegava e ficava batendo papo, sempre achei que ele tinha uma inteligência muito grande, um raciocínio rápido. Vou lembrar dele com essa alegria que trazia todas as manhãs”.

O cantor Michel Teló também lembrou com carinho de Tom. “Quando a gente se encontrava nos bastidores, ele sempre foi muito carinhoso comigo, com a minha família. Era um cara muito bacana, a gente vai sentir muita falta”.

O programa ouviu ainda o humorista Fabio Porchat, que se disse fã do intérprete desde a adolescência. “Lembro da risada do Louro José, assistia ao programa e sempre achei muito curiosa aquela figura. Era um personagem tão forte que a gente esquecia que tinha alguém por trás, que improvisava”, disse.

Já o cantor César Menotti ressaltou a parceria de Ana Maria Braga e do papagaio, um personagem que marcou o “Mais Você”. “Apesar de ser um boneco, dava a impressão de que o Louro José e a Ana se conectavam no olhar. Era uma cumplicidade como de mãe e filho mesmo. Tenho certeza de que fará muita falta”, afirmou.

E a apresentadora Angélica celebrou a “genialidade” de Tom Veiga. “Tivemos vários momentos juntos, ele foi sempre muito carinhoso, genial e talentoso. Deixo meu carinho pro público. Foi uma perda enorme pras crianças e pra nós, porque ele fazia com que a gente se sentisse criança”, declarou.

Parceiros que dividiram a apresentação do “Mais Você” com Louro José ou interagiram diretamente com ele deram depoimentos emocionados. Patrícia Poeta afirmou que o papagaio, junto com Ana Maria, “era a alma das manhãs da Globo”. Cissa Guimarães destacou a alegria e a generosidade do ator de 47 anos.

Com a voz embargada e os olhos marejados, André Marques lembrou que o personagem tinha muitos fãs. “As pessoas sempre pediam: ‘Grava um áudio pra minha mãe’. E ele fazia pra todo mundo”, disse, emocionado.

Luciano Huck destacou que era tratado como um “irmão” por causa do “perfil semelhante” ao do papagaio mais famoso da TV. “Era uma relação de muito carinho com Tom Veiga, uma relação familiar”, disse.

Incentivo de Ana Maria Braga

O programa lembrou ainda o “nascimento” de Louro José, uma ideia de Ana Maria que ganhou vida há 24 anos com a interpretação de seu ex-assistente de palco na Record. Tom foi o escolhido depois de muitos testes.

“Fiquei apavorado, imagina. Uma coisa é brincar com os amigos, outra é na frente da câmera, pro Brasil inteiro ver. Foi muito tenso, nossa! Eu suava muito”, contou o ator, em depoimento ao site Memória Globo, em agosto de 2019.

Na época, ficou decidido que Tom permaneceria anônimo. “Acho ótimo, vou ao shopping, ao cinema, ninguém comenta, não viro noticia. Acho maravilhoso”, analisou.

No “Conversa com Bial”, em junho do ano passado, Ana Maria comentou a parceria de sucesso com o amigo. “Não tem texto. A gente fala, é um bate e rebate, eu diria que é meio espiritual. Não tem explicação. Tom é o máximo”, afirmou a apresentadora.

No fim do “Fantástico”, os animadores de bonecos Renato Spinelli e Quiá Rodrigues, que interpretam os Cavalinhos, ressaltaram a inspiração e a admiração pelo trabalho de Tom. “Você deixou uma marca muito forte”, afirmaram.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube