FAO: Cerca de 3 bilhões de pessoas não podem pagar por dieta saudável

·1 min de leitura

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) alertou nesta terça-feira (23) sobre a probabilidade de novos "choques" nos sistemas agroalimentares globais, ainda afetados pelas consequências da pandemia de Covid-19. De acordo com a instituição, os países precisam estar preparados para o enfrentamento “sem demora” de problemas ligados a secas, enchentes ou doenças diversas.

Atualmente, “três bilhões de pessoas não podem pagar para ter uma dieta saudável e que as proteja da desnutrição”, destacou o relatório da FAO. "Um bilhão de pessoas a mais correriam o risco de não poder pagar por uma dieta saudável se um choque repentino reduzisse sua renda em um terço", calcularam os economistas da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura.

A edição de 2021 do relatório “O Estado da Alimentação e da Agricultura” também destaca a importância dos canais de comunicação e abastecimento. “Se as rotas críticas de transporte forem interrompidas por um choque, o custo dos alimentos pode aumentar para 845 milhões de pessoas”, projeta a organização, com sede em Roma.

Covid-19 destacou falhas

A pandemia de Covid-19 "destacou amplamente as fraquezas dos sistemas agroalimentares globais", observa o diretor-geral da FAO, Qu Dongyu, no prefácio da publicação. Esses sistemas abrangem a produção, cadeias de abastecimento de alimentos, redes de transporte doméstico e consumo.

Esses indicadores analisam a produção interna dos países, a extensão de seu comércio, os sistemas de transporte de que dispõem e o acesso de sua população a alimentos saudáveis.


Leia mais

Leia também:
Conflitos, epidemia e clima pioraram crise alimentar, diz relatório da FAO
Graziano se despede da FAO e deixa Fome Zero como herança global
Especialista da FAO alerta para contaminação do Aquífero Guarani no Brasil

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos