Fardos de borracha são encontrados na Ilha Comprida, em São Paulo

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Fiscais da Área de Relevante Interesse Ecológico da Zona de Vida Silvestre da Ilha Comprida (Arie ZVS), em São Paulo, e da Fundação Florestal, estão avaliando para onde enviar os 21 fardos de borracha encontrados ao longo dos 74 quilômetros (km) da praia de Ilha Comprida nos dois últimos dias. Os objetos foram trazidos à praia pela maré e foram avistados durante as fiscalizações regulares feitas na região. O material foi recolhido e levado para a base da entidade.

De acordo com o gestor da Arie SVS e membro da Fundação Florestal, Marco Aurélio Oliveira, o material não oferece risco para o ser humano e nem para o meio ambiente. Ele disse ainda que fardos semelhantes foram encontrados no Parque Estadual do Prelado (Costão da Jureia, em Iguape), no Parque Estadual do Itinguçú (Peruibe) e em Itanhaem.

Notícias relacionadas:

“Ainda não sabemos a origem desse material. O que já temos conhecimento é de que os fardos são iguais a pacotes que apareceram no Nordeste em 2018 e que já estão sendo pesquisados. Até então nenhum morador ou pescador havia informado sobre o aparecimento desse tipo de material”, disse Oliveira.

Antes de ter certeza do que eram os fardos, os fiscais utilizaram equipamentos de proteção individual (EPI) para a remoção dos pacotes.