Faria diz que Bolsonaro deve se manifestar sobre eleições só 3ª-feira e discute medidas para debloquear rodovias

Presidente Jair Bolsonaro

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou que o presidente e candidato derrotado à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), deverá se manifestar sobre o resultado das eleições presidenciais apenas na terça-feira.

"Ele deve fazer amanhã, foi para casa redigir o discurso e amanhã deve fazer o pronunciamento", disse ele à Reuters, ao acrescentar que não sabe qual o teor do pronunciamento e que ele está "muito tranquilo e sóbrio".

Havia a expectativa que Bolsonaro pudesse se manifestar sobre a derrota que sofreu na véspera para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ainda nesta segunda, de acordo com o que disse mais cedo o presidente em exercício do PP, deputado federal reeleito Cláudio Cajado (BA).

Até o momento, passadas quase 24 horas desde a derrota para Lula, o presidente não reconheceu a vitória do petista. Ele passou o dia em encontros reservados no Palácio da Alvorada e no Palácio do Planalto sem falar com a imprensa ou usar redes sociais, o que é de hábito dele.

DESBLOQUEIO DE ESTRADAS

Fábio Faria disse ainda que Bolsonaro está discutindo com o advogado-geral da União, Bruno Bianco, medidas para garantir o desbloqueio de rodovias federais em diversos Estados brasileiros.

"Isso ele está tratando direto com a AGU, para tentar resolver isso com o Bruno Bianco, ministro responsável por isso", disse Faria.

Caminhoneiros simpáticos ao presidente têm obstruído rodovias em protesto contra a derrota de Bolsonaro.