'Favela' de tendas abriga 3 mil moradores de rua na Califórnia

1 / 3
'Favela' de tendas abriga 3 mil moradores de rua na Califórnia

LOS ANGELES — Uma via do condado de Sonoma, no estado americano da Califórnia, ganhou repercussão nos jornais locais, nesta terça-feira, por abrigar mais de 3 mil moradores de rua. Inúmeras tendas preenchem o percurso de aproximadamente 1,6 km, que funciona como ciclovia para a comunidade local.

Há meses, os moradores da região atacam as autoridades e exigem a remoção do acampamento do local, alegando que eles "tomaram conta da área".

— Quando vejo o que isso fez com o uso e o aproveitamento dessa área, fico me questionando até que ponto essa situação precisa chegar para que algo seja feito — disse Lisa Landrus, membrop do grupo Citizens for Action Now, à rede de televisão americana CBS.

 

Kat MacKay, de 19 anos, que mora nas tendas, disse a um jornal local que está farta do cheiro de comida em decomposição e dos surtos de sífilis e infecções no local.

— É horrível aqui. Cheira mal, não é sanitário, não é seguro — afirmou. — Eu gostaria que o município nos desse um lugar real para morar.

MacKay está entre as centenas de pessoas que vivem ao longo do acampamento e entre as milhares de pessoas que moram nas ruas da Califórnia. De acordo com o Los Angeles Times, o estado tem a maior população de sem-teto dos EUA, e a estatística não para de crescer.

 

Em 2018, um relatório apontou que havia 130 mil pessoas espalhadas pelas ruas da Califórnia. O documento ainda acrescenta que, no ano de 2019, havia quase 59 mil moradores de rua apenas no condado de Los Angeles e outros 9.784 em São Francisco, 30% a mais que há dois anos atrás.

A organização "Aliança Nacional para Acabar com os Sem-Teto" afirmou em um comunicado que "os moradores de rua são uma crise nos Estados Unidos, para as pessoas que sofrem e para as comunidades em que elas vivem. É uma situação que exige uma resposta urgente e imediata de nossos líderes federais".