Fazendeiro decepa mão de funcionário que não recebeu salário e furtou galinha, no Paraná

A Policia Civil do Paraná investiga um fazendeiro acusado de decepar uma das mãos de um funcionário, de 60 anos. De acordo com a apuração inicial, o homem trabalhava na chácara do suspeito, em Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (PR), e não recebeu seu salário. A vítima teria reclamdo e, em seguida, furtado uma galinha.

O fazendeiro e o funcionário teriam discutido. Durante o bate-boca o suspeito pegou o facão atingiu a vítima. O crime aconteceu no dia 31 de dezembro do ano passado, mas só agora veio à tona porque o homem ferido esperou uma semana para procurar por socorro médico — ele tentava tratar o ferimento em casa.

Vizinhos viram que a lesão não estava melhorando e decidiram ligar para a Defesa Civil. Equipes foram para o local onde a vítima mora, uma área rural de difícil acesso. O homem foi levado para o hospital municipal da região.

Em nota, a Polícia Civil informou que o fazendeiro já foi identificado e que a vítima prestou depoimento. A corporação afirmou que faz diligências para esclarecer o caso.