FDA autoriza primeiro autoteste capaz de detectar gripe e Covid simultaneamente

A Food and Drug Administration (FDA), agência que regula medicamentos nos Estados Unidos, aprovou na sexta-feira o primeiro autoteste caseiro capaz de detectar gripe e Covid, simultaneamente. Desenvolvido pela empresa de biotecnologia californiana Lucira Health, o exame funciona como o autoteste de Covid disponível no Brasil, mas em vez de fornecer resultados para um único vírus, em cerca de 30 minutos, ele mostra se a pessoa está positiva ou negativa para coronavírus, influenza A e influenza B.

Dormir bem: Um sono de qualidade pode acrescentar até 5 anos de vida; entenda

Metabolismo depois dos 50 anos: veja quais são os 5 hábitos que ajudam a acelerá-lo, segundo especialistas

O teste é indicado para pessoas a partir de 2 anos de idade, com sinais e sintomas consistentes com uma infecção do trato respiratório. A recomendação é que para crianças de até 14 anos, um adulto realize a coleta. A partir dessa idade, a FDA autoriza que o adolescente faça o teste sozinho. Não é necessário receita médica para comprar o produto.

A taxa de precisão para Covid-19 é de 100% para amostras negativas e mais de 88,3% para resultados positivos. Para influenza A, a taxa é de 99,3% de precisão para resultado negativo e 90,1% para uma amostra positiva. Como não havia casos suficientes de influenza B, a empresa não conseguiu ainda fornecer dados de mundo real para esse vírus. Mas estudos de laboratório detectaram casos negativos com quase 100% de precisão.

Gripe aviária: situação é 'preocupante', alerta OMS após casos de H5N1 serem detectados em humanos

A FDA alerta que, como em todo teste rápido, existe o risco de falsos positivos e falsos negativos. Por isso, eles recomendam que pessoas sintomáticas com resultado negativo realizem um teste molecular em laboratório. Vale lembrar que mesmo que estes testes deem negativo, existe a possibilidade de infecção por outros vírus respiratórios, além do novo coronavírus e do influenza.

Por outro lado, os indivíduos com resultado positivo para gripe ou Covid-19 devem tomar as precauções apropriadas para evitar a propagação do vírus e procurar atendimento de um profissional de saúde.

“A autorização de hoje do primeiro teste OTC (termo utilizado para medicamentos e produtos farmacêuticos vendidos sem receita) que pode detectar Influenza A e B, juntamente com SARS-CoV-2, é um marco importante para trazer maior acesso do consumidor a testes de diagnóstico que podem ser realizados inteiramente em casa”, disse o médico Jeff Shuren, diretor do Centro de Dispositivos e Saúde Radiológica da FDA, comunicado.

"Estamos ansiosos para continuar promovendo um maior acesso a testes domésticos de doenças infecciosas para melhor atender às necessidades de saúde pública", completou.

Antes da pandemia do novo coronavírus, os médicos e as autoridades de saúde relutavam em autorizar testes caseiros para doenças infecciosas. Mas novos estudos apontam que as pessoas não precisam de treinamento médico para testar doenças respiratórias. Além disso, estes testes são úteis porque podem ajudar o indivíduo a tomar mais rápido medidas para evitar a propagação da doença e também a iniciar o tratamento para o vírus correto.