A febre dos cromos de futebol

Argentinos e brasileiros fazem "loucuras" para completar cadernetas