Israel reabre com restrições Esplanada das Mesquitas em Jerusalém

Policiais detêm israelenses de extrema-direita que tentavam ultrapassar bloqueio à Esplanada das Mesquitas em 30 de outubro de 2014, em Jerusalém

Israel decidiu reabrir, nesta quinta-feira, a Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém Oriental, mantendo, contudo, uma proibição de acesso a homens com menos de 50 anos - informou uma porta-voz da polícia israelense.

A decisão entrará em vigor à meia-noite desta sexta (20h de quinta, em Brasília), acrescentou a porta-voz Luba Samri, na véspera da grande oração muçulmana de sexta-feira.

Inicialmente, Samri anunciou que a decisão teria efeito imediato.

Pela manhã, as autoridades israelenses tomaram a decisão de fechar a Esplanada das Mesquitas diante do aumento das tensões em Jerusalém Oriental, anexada e ocupada por Israel.

Segundo a fundação que administra a Esplanada, a decisão de fechar o terceiro lugar santo do Islã, que também é venerado pelos judeus, não tinha precedentes desde 1967 e a ocupação israelense.