Federação Espanhola quer Supercopa com quatro equipes

Lionel Messi levanta o troféu de campeão da última Supercopa da Espanha com seus companheiros de Barcelona, após derrotar o Sevilla na final disputada no dia 12 de agosto de 2018 em Tanger, no Marrocos

A Supercopa da Espanha, que tradicionalmente coloca frente a frente o vencedor da Liga com o da Copa do Rei, vai passar a reunir quatro clubes (junto com os vices) e vai voltar a ser disputada no exterior, anunciou nesta terça-feira a Federação Espanhola de Futebol.

"Vou levar à próxima assembleia da Federação uma nova mudança de modelo para que haja um 'final four' com os finalistas da Copa do Rei e o primeiro e o segundo classificados da Liga", declarou o presidente da federação (RFEF), Luis Rubiales, em uma coletiva de imprensa em Madri.

O dirigente, eleito no ano passado para tentar renovar a instituição dirigida durante cerca de 30 anos por Ángel María Villar, disse querer envolver mais clubes na Supercopa da Espanha, dominada historicamente por Barcelona e Real Madrid.

"Desta maneira conseguimos que a marca dos clubes espanhóis não fique restrita a um ou dois clubes", acrescentou Rubiales.

"Com este novo modelo conseguimos fazer com que outros clubes profissionais participem de uma maneira importante. Vai ser disputado em um período de quatro ou cinco dias e esperamos aprová-lo em abril. Abre o leque para que haja dois ou três clubes a mais que possam ter acesso a uma geração de renda", explicou o presidente da RFEF.

O projeto de Rubiales prevê semifinais entre o campeão da Liga e o finalista da Copa do Rei de um lado, e entre o vice-campeão do campeonato espanhol e o vencedor da Copa do outro.

"Os vencedores de cada semifinal se enfrentam em uma final. Tudo isso em um período de quatro ou cinco dias, aproximadamente. Teremos notícias nessa assembleia. Espero poder realizá-la no mês de abril", acrescentou.

Este novo formato tem a vantagem de não acrescentar mais datas ao calendário atual, que costuma ocorrer em uma semana em partidas de ida e volta entre o campeão da Liga e o da Copa. Se um clube acumular os dois troféus, Rubiales prevê escolher os clubes classificados em função do "histórico da Copa do Rei".

Em 2018, a RFEF já havia inovado organizando a Supercopa da Espanha em uma partida única disputada em Tanger, no Marrocos. Nesse jogo o Barça derrotou o Sevilla por 2 a 1. Rubiales confirmou que a Supercopa 2019 voltará a ser disputada fora da Espanha.