Federação Inglesa abre investigação em jogo do Arsenal por 'padrões suspeitos de apostas'

A Federação Inglesa de Futebol (FA) está investigando a partida entre Arsenal x Oxford United, pela Copa da Inglaterra, realizado na última segunda-feira, por conta de um cartão amarelo suspeito que estaria ligado a apostas, segundo o jornal The Athletic.

A investigação é em cima de um cartão amarelo recebido por um jogador do Oxford United. A jogada em questão foi aos 14 minutos do segundo tempo e o lateral-esquerdo Ciaron Brown cometeu uma falta em Bukayo Saka, quando foi advertido pelo árbitro David Coote, quando a partida ainda estava 0 a 0.

Segundo a imprensa inglesa, as casas de apostas revelaram um fluxo de apostas além do normal para o cartão amarelo ao Brown, de 24 anos, e a FA está apurando os fatos. O jornal Daily Mail aponta que uma testemunha presente no estádio disse que vários torcedores festejaram quando o defensor recebeu o cartão, pois teriam ganho muito dinheiro.

A FA teria um dossiê com evidências sobre a suposta corrupção, incluindo mensagens de celular antes do início da partida avisando que Brown seria advertido. O Oxford United, em nota oficial, reconheceu intervenção da federação e disse estar à disposição para cooperar com qualquer investigação.

"Oxford United can confirm that they have been made aware of a specific allegation of irregular betting around our Emirates FA Cup game against Arsenal on Monday evening.

The club will co-operate fully with any investigation and while this is ongoing, we are unable to make any further comment."

"O Oxford United pode confirmar que tomou conhecimento de uma alegação específica de apostas irregulares em torno de nosso jogo da Emirates FA Cup contra o Arsenal na noite de segunda-feira.

O clube cooperará totalmente com qualquer investigação e, enquanto isso estiver em andamento, não podemos fazer mais comentários."

A partida terminou 3 a 0 para o Arsenal, com gol de Elneny e dois de Nketiah, que avançou na Copa da Inglaterra. Agora, os Gunners terão pela frente um clássico com o Manchester City, numa partida que envolve os atuais primeiro e segundo colocados da Premier League, respectivamente.