Feira Art Basel é adiada para setembro devido ao coronavírus

A feira Art Basel, uma das mais importantes para as artes no mundo, adiou sua edição de 2020 por causa do coronavírus. Ela seria realizada na Basileia (Suíça) em junho. Agora, anunciam os organizadores, acontecerá de 17 a 20 de setembro.

— Agradecemos às nossas galerias pelo apoio e compreensão de nossa decisão altamente complexa de adiar a feira — disse Marc Spiegler, diretor global da Art Basel, em comunicado. — Esperamos que a situação melhore rapidamente e trabalharemos em estreita colaboração com nossos expositores para entregar uma feira de sucesso em setembro. Ao mesmo tempo, estamos cientes de quão dinâmica é essa situação e continuaremos a monitorar de perto a situação.

Outra versão da feira também já havia sido afetada pela pandemia. A Art Basel de Hong Kong está em andamento desde esta quarta-feira (25), mas somente em uma versão online. As obras podem ser visitadas apenas em “salas” virtuais.

Bienal

A 34ª Bienal de São Paulo também anunciou mudanças na sua programação em razão do coronavírus. A exposição coletiva estava prevista para começar no dia 5 de setembro. Agora será a partir de 3 de outubro. Com isso, a visitação foi estendida e durará até 13 de dezembro, segundo novo calendário.

As mostras individuais que aconteceriam antes da coletiva, como uma espécie de aquecimento, foram canceladas. Elas serão incorporadas à exposição coletiva em outubro. Antes do surto do vírus, estavam programados, entre abril e agosto, trabalhos de Clara Ianni e Deana Lawson, além de performances de autoria de León Ferrari e Hélio Oiticica.