Feira da Providência, Babilônia e outros eventos tradicionais focam nas festas de fim de ano

·6 min de leitura

RIO — Programe-se. Com o avanço do calendário de vacinação contra a Covid-19 e a perspectiva de um Natal e um réveillon em que famílias e amigos possam se reunir (em pequenos grupos, e com todos os cuidados necessários), o comércio vê a chance de ter um fim de ano mais lucrativo. E o circuito de feiras e bazares, tradicionalmente forte nesta época, volta com tudo. Alguns eventos tradicionais surgem repaginados e outros estão estreando com a expectativa de entrar para o calendário do segmento.

No Downtown, a programação de feiras começou na semana passada, com uma edição da Junta Local, e se estenderá até as vésperas do Natal. Hoje, tem Babilônia Feira Hype, das 14h às 22h. Esta edição marca a estreia na Barra do Hype Bem-Estar, um espaço de saúde e beleza montado pela primeira vez em novembro, numa edição da feira no Parque das Figueiras, na Lagoa, para comemorar seus 25 anos. Os estandes reúnem marcas de sabonetes artesanais e essências, como Ciclos Natural e Vicent Eco, respectivamente, além de cosméticos, perfumaria e cristais.

— Existe uma demanda enorme desse segmento e acho que tem tudo a ver com o momento que estamos vivendo. Principalmente por causa da pandemia, as pessoas se voltaram mais para dentro de si — diz Robert Guimarães, um dos criadores do evento.

O Tenda Hype Conexão, com práticas como ioga e meditação, também inaugurada no mês passado, estará disponível no Downtown a partir de 2022.

Fiel à tradição de lançar novas marcas — na feira surgiram nomes hoje importantes como Farm, Via Mia e Alessa —, desta vez a Babilônia Feira Hype apresenta expositores como Afinko (bonés), Stella Brasil (moda praia), Be Hardy (moda masculina) e JP Potteries.

Entre uma compra e outra, o público terá à disposição barracas com hambúrgueres e cervejas artesanais, doces, drinques variados, cachaças e batidas. O evento conta ainda com uma área infantil com números de mágica, oficinas de slime, pintura e maquiagens artísticas.

No fim de semana que vem, entre os dias 10 e 12, do meio-dia às 22h, o Downtown receberá a Breja Rio, focada na venda de cervejas artesanais e pela primeira vez montada na Barra. Esta edição marca também a retomada do evento, após dois anos, e reunirá 15 cervejarias. Destas, quatro participam pela primeira vez: Alter, Jamile, Penedon e Torneira Carioca. Marcas consagradas, como Noi, Old School e Capa Preta, estarão mais uma vez presentes.

— Já havíamos recebido um convite do Downtown em 2019, mas, por questões burocráticas, não foi possível realizar a feira — diz o idealizador da Breja Rio, Thiago Loureiro. — Estamos empolgados para voltar. Só não aconteceu antes porque preferimos esperar o calendário de vacinação avancar.

Mais espaço para o social na Feira da Providência

No terceiro fim de semana de dezembro, das 11h às 19h, o Downtown traz de volta a Junta Local, que retomou as atividades em outubro. Nesta segunda edição no centro comercial no mesmo mês, haverá 50 expositores, entre pequenos produtores de cerveja, vinho e alimentos como queijos e chocolates.

— Fomos muito cautelosos nessa retomada. Estamos privilegiando lugares bem amplos porque a Junta naturalmente gera aglomeração. Nossa primeira experiência na Barra foi muito positiva — diz Thiago Nasser, idealizador do evento.

Outro grande tradicional evento do Rio retorna às atividades. Após pausa de um ano por causa da Covid-19, a Feira de Providência ocupará o Pavilhão 4 do Riocentro entre os dias 16 e 19. Ela chega à 60ª edição repaginada, sem perder a essência — proporcionar uma viagem cultural através do artesanato regional, da gastronomia e do folclore do Brasil e do mundo. Este ano, haverá mais de cem expositores de 15 países e oito estados brasileiros.

Uma das novidades é o aumento na programação cultural, com mais de 50 atrações espalhadas por três palcos. Entre elas os grupos Revelação e Bom Gosto, o cantor gospel Kleber Lucas, a Banda Mahi e a Orquestra Circônica. O destaque é a Praça do Povo.

— O mundo vive uma migração. Está passando do consumo para a experiência. E as expectativas das novas gerações são diferentes. A Feira da Providência sempre teve essa lógica de ser um evento de compras e varejo para as festas de final de ano. Agora estamos trazendo a agenda cultural e social para o começo da fila — explica Felipe Nogueira, Head de Cultura da V3A, agência responsável pela reformulação.

Outra novidade é o espaço Providência Market, que reunirá produtos de 60 expositores estreantes no evento. Os estandes incluem artigos de beleza, bem-estar, comida, roupas, bijuterias, artesanato e artigos para casa.

Outra atração será uma exposição com os 60 cartazes criados por Ziraldo desde a primeira edição e agora reunidos também em um livro, que será lançado no evento.

O tradicional Mercado Internacional, rebatizado de Empório Providência, oferecerá um pequeno festival de vinhos com direito a degustação. A feira estará dividida em duas áreas, os setores Brasil e Mundo. Neste último, haverá uma área dedicada ao Natal, com presépio, árvore, Papai Noel e estandes com artigos natalinos.

— Tradição e inovação são excelente mistura. Ficamos dois anos planejando a feira, é uma virada de chave. O objeitvo continua sendo alimentar nossos projetos sociais, mas entendemos que precisávamos trazer novos ingredientes para conquistar novos visitantes — diz Clarisse Linhares, superintendente do Banco da Providência.

A feira vai do meio-dia às 22h, com ingresso a R$ 30.

Estímulo aos pequenos negócios

Na Freguesia, o espaço colaborativo A Casa, inaugurado em novembro, organiza no dia 12 de dezembro o Arte.Com, uma pequena feira que reunirá brechó e estandes com produtos como doces, bijuterias de carnaval, maquiagem e roupas, além de uma exposição de trabalhos feitos com sucata. Todos os expositores são moradores de Jacarepaguá.

— A ideia é fomentar o trabalho das empreendedores da região. Tem muita gente talentosa que acaba indo para a Zona Sul, pois faltam no bairro eventos deste tipo e que não tenham cara de bazar — diz Paloma Lourenço, idealizadora do evento e dona do Brechó Marias.

Além dos estandes, o Arte.Com contará com um DJ para animar a tarde. O evento, das 14h às 19h, é gratuito.

Na Taquara, a Casa de Cultura de Jacarepaguá realizará, entre os dias 7 e 11, a Feira de Empreendedores Sustentáveis, com estandes de gastronomia e artesanato, além de apresentações teatrais e de dança. Em paralelo, haverá um concurso no qual artistas disputarão uma vaga para se apresentarem na casa em janeiro, com um cachê fixo de R$ 250 e couvert artístico de R$ 10. Serão três artistas a cada noite. No final do evento, serão selecionados os cinco mais votados pelo público. O horário do evento varia de acordo com o dia.

No Recreio, o Vertice Mall & Offices (Avenida Miguel Antônio Fernandes 1.333) receberá o Encontrinho Fashion —Edição Especial de Natal entre os dias 17 e 19. Haverá mais de 45 expositores de artigos de moda, design, beleza, decoração e gastronomia. A entrada é gratuita. Sexta, das 18h às 23h; sábado, das 16 às 23h; e domingo, das 15h às 21h.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos