Felipe D'Avila diz que compensará emissões de carbono de sua campanha

Felipe D'Avila, candidato a presidente da república pelo partido Novo, anunciou hoje (5) que irá compensar as emissões de dióxido de carbono referentes a todos os deslocamentos, eventos e impressões de materiais da sua campanha. Segundo ele, uma consultoria especializada em sustentabilidade auxiliará no cálculo.

D'Avila se comprometeu a apresentar ao fim do período eleitoral um certificado relacionado aos créditos de carbono. Segundo o candidato, o anúncio foi feito em homenagem ao Dia da Amazônia, celebrado hoje.

A plataforma da campanha de D'Avila prevê um plano para transformar o Brasil em uma nação “carbono zero”. Entre as medidas previstas, está o combate ao desmatamento e a garimpos ilegais, o financiamento para o plantio de áreas florestais em pequenas propriedades rurais, a geração de energia limpa e medidas relacionadas com a bioeconomia.

Na semana passada, em campanha na cidade de Piracicaba (SP), Felipe D'Avila avaliou que o agronegócio brasileiro é ambientalmente sustentável. "Qual país do mundo que produz soja e mantém 35% de reserva legal como no cerrado? Qual país do mundo que produz uma tonelada de cacau e mantém 80% de reserva como na região Norte do país? O agro brasileiro é muito sustentável. O que temos que fazer é ter uma política ambiental para combater o desmatamento e mudar a imagem internacional do Brasil", disse.