Felipe Neto fala sobre cobrar posição de influenciadores: 'Silêncio já não é mais uma opção'

Entrevistado do "Roda viva" da última segunda, dia 18, Felipe Neto explicou os motivos que o levam a cobrar posição dos influenciadores perante as polêmicas políticas do governo Federal.

"Quando a gente lida com a opressão que a gente está lidando hoje não é mais uma questão de lado. A minha cobrança aos outros influenciadores teve como gatilho o momento em que Bolsonaro começa a opressão de fato, sob vários aspectos. É um absurdo que alguém ainda se cale diante de tudo. O silêncio já não é mais uma opção", disse Felipe.

O youtuber deixou de seguir, por exemplo, Ivete Sangalo, Marina Ruy Barbosa, Simaria (da dupla sertaneja com Simone), entre outros, das redes sociais. Para ele, são personalidades que considera isentas, já que não se posicionam sobre assuntos e polêmicas que geram discussão na sociedade.

Na entrevista, Felipe Neto disse ainda que não tem nenhum interesse em cargo político. E relembrou as ameaças de morte que sofreu.

"Recebi ameaças de morte, minha mãe recebeu ameaças de morte por minha causa. Ainda é um assunto sensível, tivemos que tirar minha mãe do Brasil e isso é inacreditável. A gente não pode olhar para o que está acontecendo, toda violência, opressão, tentativa de silenciar a imprensa, calar a democracia, e ser tolerante. Isso não é um lado"