Felipe Neto fecha 2019 com R$ 30 milhões a mais no bolso só com canal no YouTube

Carol Marques
Felipe Neto fecha 2019 com R$ 30 milhões a mais no bolso só com canal no YouTube

Engajado, verborrágico e milionário. Se 2019 foi um ano em que Felipe Neto se expôs e sofreu consequências na vida pessoal por levantar algumas bandeiras, foi também neste período que ele se tornou R$ 30 milhões mais rico. O criador de conteúdo e empresário de 31 anos faturou essa cifra só com o seu canal no YouTube.

Neste montante existe uma parcela de publicidade e de AdSense, que é a monetização que o Google oferece aos criadores de conteúdo, pelos famosos cliques, joinhas e inscrições, e marcas que desejam produzir, investir ou anunciar na plataforma. Este número tende a aumentar em 2020. Felipe Neto foi o segundo youtuber mais visto no mundo, e o único brasileiro dessa lista.

“Aquele garoto que faz coisa para adolescente ver no celular” (muita gente ainda se refere assim a ele) de bobo não tem nada. E de garoto só a cara. Felipe é hoje um empresário respeitado no mercado digital e publicitário. Além do canal, em quase dez anos na internet, o moço dirige outras empresas e contabiliza muitas parcerias comerciais, que ficaram ainda mais sólidas após a live da Black Friday, que comandou por mais de cinco horas, ao vivo.