Feminicídio: mulher é encontrada morta dentro de loja maçônica, em Curitiba

A diarista Celine Pereira Antunes, de 22 anos, foi encontrada morta na manhã desta sexta-feira em seu local de trabalho, uma loja maçônica, no bairro Novo Mundo, em Curitiba, no Paraná. O caso é investigado pela Polícia Civil, que identificou o ex-marido da mulher como o autor do crime.

No Espírito Santo: Ataques a duas escolas deixam três mortos e 11 feridos em Aracruz

Crime: Prefeito de cidade do RS é morto a tiros dentro de gabinete

Jonathan Taborda Ribas, de 29 anos, é considerado foragido. Segundo Vanessa Alice, titular da Delegacia da Mulher, o assassinato foi premeditado:

— Ele comprou uma faca, em um kit de churrasco, horas antes. Foi com essa faca que ele a matou — explica.

Imagens divulgadas pela polícia mostram Jonathan comprando a faca em um mercado e sua chegada ao local do crime.

Ainda de acordo com a delegada, não há registros de episódios de violência anterior envolvendo homem. Nenhum boletim de ocorrência ou medida protetiva foi feito em benefício da vítima.

Há duas semanas, explica a delegada Vanessa, o casal terminou o relacionamento de três anos. Eles tiveram juntos um filho. O caso é tratado como um feminicídio.

A Polícia Militar foi acionada por uma funcionária após ela ter encontrado o corpo de Celine, com ferimentos na região do tórax. A faca usada no crime foi descartada no lixo.