Isis Valverde reflete: "Tem mulher mais machista que homem"

Isis Valverde é Betina em 'Amor de Mãe' (Globo / Estevam Avellar)

Isis Valverde está de volta ao trabalho na televisão na próxima segunda-feira (25), em “Amor de Mãe”, e conversou com o Yahoo! sobre a Betina, sua personagem. Isis estava de licença desde o nascimento de Rael, seu primeiro filho.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Tem mulher muito mais machista que homem. Hoje em dia, bem mais, os dois gêneros têm que ser educados da mesma forma. Tem homens que são muito legais e quando você se vira para a mulher ela está lá falando um monte, com uma linguagem bem retrograda. Bizarro”, comenta Isis sobre a personagem que sofre com o machismo.

Leia também:

A atriz, que entra na segunda parte da novela, começa a trama envolvida com ex-marido Vicente (Rodrigo Garcia) que não aceita a separação. “A Betina está imersa em um relacionamento abusivo e estou feliz em levantar essa pauta para a sociedade. É um relacionamento abusivo físico e psicológico, é muito intenso. Mostra o medo. Mostra ela não querendo abrir a situação dela para outras pessoas e isso é importante de mostrar porque o silêncio mata.”

Isis ainda comemora poder dar voz à muitas mulheres do país e deseja que outras tantas se vejam e mudem de vida. “Essas mulheres são chamadas de sobreviventes, não de vitimas de abuso. O homem poderia ter matado ela. Se ela guarda que está sendo agredida para ela, existe esse risco sim. É muito importante colocar isso em uma novela, que o povão vai assistir, a galera que não tem muito acesso, a galera que está na roça levando coça todo dia. Ela pode ver representada e pensar: não! Ela não aceita, por que eu tenho que aceitar? Isso é muito valioso”, completa.