Feriadão da Consciência Negra tem shows de samba, rap, charme e mais; confira 13 atrações no Rio e na Baixada

Luana Santiago
·6 minuto de leitura
Foto: Rafael Santanna/Divulgação
Foto: Rafael Santanna/Divulgação

O som de preto ocupa merecidamente seu espaço na agenda cultural do Rio e da Baixada neste feriadão. De hoje a domingo, a Consciência Negra é celebrada com shows de samba, rap, pagode, charme e outros gêneros musicais pertencentes à cultura afrodescendente. Apesar do 20 de novembro exaltar a negritude, os artistas negros reforçam que a celebração é de todos e para todos. E a reflexão sobre seu significado também.

— Nós temos que ter consciência racial todos os dias, mas é muito importante a existência de uma data específica que faça todo mundo olhar na mesma direção — afirma Pretinho da Serrinha, um dos artistas confirmados na Feijoada da Resistência, do Salgueiro, hoje.

Embora a festa esteja liberada (veja onde curtir abaixo), a diversão deve acontecer com cautela: em todos os eventos, as medidas de segurança e higienização para conter a pandemia da Covid-19 seguem obrigatórias.

— Nós, do meio artístico e especificamente do samba, fomos os últimos a receber autorização (da Prefeitura do Rio) para voltar. É tudo muito novo, e ainda estamos vulneráveis. Por isso, temos que continuar usando a máscara e mantendo a distância entre as pessoas — afirma a vocalista do grupo Arruda, Maria Menezes, que encara o retorno das apresentações ainda em 2020 como uma vitória: — Nós resistimos sempre, e a pandemia foi mais uma prova dessa resistência. Mais do que nunca temos que comemorar e agradecer.

Agenda lotadíssima!

O Arruda celebra os 15 anos no Tijolinho, que volta a funcionar a partir de amanhã na Zona Norte. Também neste feriadão, o grupo se apresenta no show da Consciência da Paraíso do Tuiuti, no Projeto Criolice e na Feijoada do Canto Forte, na Baixada Fluminense. Quadra da Paraíso do Tuiuti: Campo de São Cristóvão 33, São Cristóvão. Sex, às 13h. R$ 20. 18 anos. Tijolinho: Rua Vega 16, Grajaú — 96431-7649. Sáb, às 15h. R$ 15. Disponível no site Bilheteria Digital. Livre. “Samba de Madu”: Estrada do Portela 563, Madureira — 96741-6664. Dom, às 14h. R$ 20 (2º lote). Livre. Brazilian Sport Bar: Av. Dr Mario Guimarães 613, Nova Iguaçu — 3844-5573. Dom, ao meio-dia. R$ 25 (com feijoada). 18 anos.

Bar da Alcione com diversidade

Recém-inaugurada, a Casa da Marrom promove apresentações de samba e MPB, sempre às 19h. Sex: Gabby Moura. Sáb: Arlindinho e Pretinho da Serrinha. Dom: Nascente e Bom Gosto. Bar da Alcione: Casa Shopping. Av. Ayrton Senna 2.150, Barra. Sex a qui, às 19h. R$ 30 (sex a qua) e R$ 60 (qui). 18 anos.

Concentração da cultura afro

Fundado por negros que não podiam participar das atividades culturais da cidade, o Renascença montou uma programação especial para o feriado de Zumbi, incluindo roda de samba, homenagem ao cantor Reinaldo, Baile Charme, chorinho, feijoada e mais. Renascença Clube: Rua Barão de São Francisco 54, Andaraí. Sex, das 13h às 18h. Sáb, às 17h. Dom, das 13h às 20h . A partir de R$ 10 (venda de ingressos nos sites Alô Ingressos e Sympla ou na bilheteria do clube). 18 anos.

Convidado ilustre

O cantor e compositor Carlos Caramello comanda a 3ª edição da “Resenha do Caramello”, em que recebe o pagodeiro romântico Gustavo Lins. Boteco Capadócia: Rua Carolina Machado 2.046, Marechal Hermes — 98292-5866. Sex, das 13h às 17h. R$ 15. 18 anos.

Cultura da comunidade para a comunidade

A “Ace community battle” acontece amanhã e domingo, na Rocinha, com oficinas para crianças, fórum sobre a importância do hip-hop no desenvolvimento comunitário e, é claro, batalhas de rap e breaking. O evento também terá apresentações de artistas locais, como a cantora Lemon. Anfiteatro da Rocinha: Estrada da Gávea 306, Gávea. Sáb, das 10h às 20h. Dom, do meio-dia às 20h. Grátis. Livre.

Dose dupla de pagode na Zona Oeste

Sextou com mais samba no Espaço Hall! Para comemorar o Dia da Consciência Negra, a casa promove o encontro dos grupos Vou Pro Sereno e Di Propósito, que revisitam os repertórios de pagodes melódicos para embalar a galera. Espaço Hall: Av. Ayrton Senna 5.850, Barra — 3400-7740. Sex, às 18h. A partir de R$ 60 (venda somente da mesa fechada para quatro a oito pessoas). Entradas disponíveis no Ingresso Rápido. 18 anos.

Endereço tradicional

Os cantores Flavia Saolli e Ed Velozzo fazem um samba de resistência pela memória de Zumbi dos Palmares. Casa D’Samba: Rua Clara Nunes 61, Madureira — 99335-3904. Sex, a partir do meio-dia. Grátis. Livre.

É tudo de graça

O tradicional Samba da Feira recebe Jorge Aragão e os grupos Bom Gosto e Samba Pra Gente, que performam os grandes sucessos do gênero. Armazéns do Engenhão: Praça do Trem s/nº, Engenho de Dentro, ao lado do Estádio Nilton Santos. Sáb, das 17h às 23h30. Grátis. Entrada limitada; o cadastro é apenas pelo site Guichê Web. 18 anos.

Música de corpo e alma

O cantor de soul Carlos Dafé interpreta as principais canções de sua carreira, acompanhado pela banda Malandro Dengoso. Centro Cultural Othello: Rua Morais e Vale 15, Lapa — 3656-3777. Dom, às 14h. R$ 50 (com feijoada inclusa). 18 anos.

Quem será que vence a disputa?

O carnaval do ano que vem pode não estar certo ainda, mas o Império Serrano está trabalhando a todo vapor para fazer um desfile impecável em 2021. Hoje, a tradicional agremiação de Madureira escolhe seu samba-enredo, sobre o capoeirista baiano Besouro Mangangá. A grande final conta ainda com a presença de integrantes da Beija-Flor de Nilópolis e da Paraíso do Tuiuti. O evento também será transmitido no YouTube (/tvimperioserrano). Quadra do Império Serrano: Av. Ministro Edgard Romero 114, Madureira — 3124-3745. Sex, às 22h. R$ 10 (venda apenas ingressos antecipados na secretaria da escola). 18 anos.

Representatividade na casa de um grande artista

O Bar do Zeca Pagodinho promove shows de samba de raiz — e alguns são comandados por artistas negros. Hoje, às 20h30, Júlio Estrela interpreta sucessos do gênero. Amanhã, ao meio-dia e meia, é a vez de Renato Milagres levantar o astral. Mais tarde, às 16h30, o Arruda esquenta o clima da casa com músicas para refletir. Bar do Zeca Pagodinho: Av. das Américas 8.585, Barra — 3030-9097. Sex, às 18h e às 20h30. Sáb, ao meio-dia e meia, às 16h30 e às 20h30. R$ 25. 18 anos.

‘Resenhão do samba’

Com feira de artesanato e de gastronomia, o evento reúne artistas de diferentes rodas de samba do Rio e celebra a resistência do gênero musical. GRBC Bohêmios de Irajá: Av. Monsenhor Félix 451, Irajá — 99803-1722. Dom, a partir das 15h. R$ 10 (venda apenas de ingressos antecipados pelo Whatsapp). 18 anos.

Retomada em data simbólica

Pretinho da Serrinha, Cassiana Pérola Negra, Flavia Saolli, Alex Ribeiro e mais se apresentam na Feijoada da Resistência, do Salgueiro, marcando o retorno das atividades da escola de samba. Quadra do Salgueiro: Rua Silva Teles 104, Andaraí. Sex, das 13h às 22h. R$ 70 (com feijoada até às 17h). Ingressos no site Bilheteria Digital. Livre.