Feriado de Finados movimenta mais de 3,5 milhões de veículos nas principais rodovias de SP

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP, 27.12.2018 - Movimentação intensa de veículos pela Rodovia Imigrantes, na altura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, sentido litoral do estado. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP, 27.12.2018 - Movimentação intensa de veículos pela Rodovia Imigrantes, na altura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, sentido litoral do estado. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mais de 3,5 milhões de veículos circularam nas principais rodovias estaduais de São Paulo durante o feriado prolongado de Finados. O número superou a previsão inicial feita pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), que era de que cerca de três milhões de veículos.

Nas rodovias Anchieta e Imigrantes, administradas pela concessionária Ecovias, que ligam a capital paulista ao litoral sul paulista, foram contabilizados 467.751 veículos. Já na Rio-Santos, em direção ao litoral norte, foram registrados 141,4 mil veículos, enquanto que em direção ao litoral sul circularam 224,2 mil.

Na rodovia Ayrton Senna/Carvalho Pinto, administrada pela Ecopistas, passaram 980.104 veículos. A estrada em direção ao interior paulista também liga o motorista entre as rodovias dos Tamoios e à rodovia Presidente Dutra.

No sistema Castello-Raposo, administradas pela CCR Via Oeste, a movimentação típica de feriado foi de 598 mil veículos entre os dias 29 de outubro e 2 de novembro. De acordo com a concessionária durante os cinco dias, as estradas apresentaram 50 acidentes, com 29 feridos e uma morte.

Já no sistema Anhanguera-Bandeirantes, de responsabilidade da Autoban, foram registrados a passagem de 789 mil veículos. Neste período, foram contabilizados 87 acidentes, 54 feridos e duas mortes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos