Fernández confirma viagem de Lula à Argentina dia 23 de janeiro

Lula e Fernández se reúnem no Itamaraty

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Argentina, Alberto Fernández, confirmou nesta segunda-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva irá ao país no próximo dia 23 para uma visita oficial, e participará no dia 24 da reunião de Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac).

Fernández esteve com Lula na manhã desta segunda, em uma das 17 reuniões marcadas pelo presidente depois da sua posse.

“Esperamos Lula em visita oficial no dia 23 e esperamos poder avançar em tudo o que conversamos, hoje tomando decisões e colocando em marcha ações concretas o vínculo que a Argentina e Brasil devem ter”, disse Fernández.

“Dia 24 nos reuniremos com a Celac, em Buenos Aires. Pessoalmente acredito que Lula é um líder regional e vai dar um impulso à América Latina muito importante.”

Um dos pontos centrais da política externa do presidente neste terceiro mandato é a retomada das relações regionais, enfraquecidas durante o mandato de Jair Bolsonaro, que retirou a ênfase de fóruns e das relações multilaterais e até na relação com a Argentina --principal parceiro comercial do Brasil na região-- por questões ideológicas.

Lula insistiu em ter todos os países sul-americanos representados na sua posse, e teve 10 presidentes -faltaram apenas a presidente do Peru que, em meio a crise no país, enviou o presidente do Conselho de ministros, e o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, que até à véspera estava proibido de entrar no Brasil. Em seu lugar veio o presidente da Assembleia Nacional, Jorge Rodrigues.

O presidente tem ainda a previsão de duas outras viagens no primeiro trimestre, mas ainda sem datas, para os Estados Unidos e para a China.