Fernanda Machado sobre amamentação prolongada: 'Parei de postar foto quando meu filho fez 3 anos para não gerar polêmica'

O Globo
·2 minuto de leitura

Fernanda Machado, que participou de várias novelas e atuou em filmes como "Tropa de elite", casou e mudou para os Estados Unidos há sete anos. Ela e o empresário americano Roberto Riskin são pais de Lucca, de 5 anos, e Leo, de 9 meses.

Aos 40 anos, a atriz, que amamentou Lucca até os 3 anos e meio, relata preconceito em relação à amamentação prolongada. "Parei de postar foto amamentando o Lucca quando ele completou 3 anos para não gerar polêmica", comenta. "Uma parcela dos meus seguidores questionava o motivo de eu continuar dando o peito. Diziam que ele já tinha dentes, que era um marmanjo", lembra. "Esse preconceito está em todos os lugares, infelizmente. A gente acabou se distanciando dos nossos instintos naturais. A sociedade ficou tão editada, o peito virou apenas uma coisa sensual", analisa. Com Leo, ela tem planos de ir além. "Quero amamentá-lo até os 5, 6 anos."

.

O processo com o caçula não foi fácil como ela esperava. "Achei que ia tirar de letra. Mas tive mastite e febre de 40 graus", conta. "Superamos tudo e ele agora está amamentando superbem, graças a Deus. A amamentação é uma forma de protegê-lo."

Em maio do ano passado, no parto de Leo, a atriz sofreu uma hemorragia e teve que ser submetida a uma cirurgia para a retirada do útero. "Fiquei bem triste, mas só pedi para sobreviver. Foquei na gratidão sem abafar a dor da perda", lembra. Ela não descarta, no futuro, adotar uma menina. "É uma possibilidade incrível."

Professora de ioga em Santa Bárbara, na Califórnia, onde mora, Fernanda deu pausa na carreira de atriz. "Minha transformação foi interna e ao meu redor. Tive que reconstruir minha vida inteira", conta.

Ela diz ter optado por uma vida mais calma para focar na educação dos filhos. "Cresci fazendo teatro e não conhecia a Fernanda que não era atriz. Foi muito importante descobrir outras paixões", avalia. Agora, planeja, ao lado de uma amiga, abrir um "espaço lounge dedicado à maternidade". "Onde acontecerão aulas e cursos para mães e bebês", explica, animada.