Fernanda Venturini fala do namorado pela primeira vez e comemora: 'Papai do Céu olhou para mim'

·3 minuto de leitura

Aos 50 anos, 22 deles casada com o técnico de vôlei Bernardinho, Fernanda Venturini está vivendo uma nova fase no amor. Há alguns meses namorando o advogado José Carlos de Mello Freire, de 57, ela falou sobre a relação pela primeira vez após assumi-la publicamente.

"Eu pedi a Papai do Céu que me mandasse um namoradinho que pedala. E ele pedala e muito! Adora esporte, foi skatista lá no início, surfista, velejador. Viajou o mundo velejando. Ama esporte como eu. É tudo de bom ter namorado, gostar de alguém", comemora ela, que postou fotos românticas dos dois no fim de semana para comemorar o Dia dos Namorados.

Fernanda conta que as duas filhas dela e os quatro dele (duas adultas e um casal de gêmeos adolescente, do primeiro e segundo casamenbtos do advogado) já se conhecem e estiveram no Rio há pouco tempo. Fernanda está morando em São Paulo, onde José Carlos também vive.

Para celebrar o encontro, digamos, esportivo dos dois, ela mandou fazer bonequinhos dele e dela com os uniformes que usam para andar de bicicleta: "Olha como ficaram bonitinhos".

No fim do ano, ela e o amado já têm planos. "Vou aprender a surfar no Guarujá. Ele vai me ensinar. Minha filha, Vitória, também quer e vamos todos juntos", revela.

Antes, porém, Venturini terá uma comemoração, no mínimo, inusitada, dos seus 51 anos. "Vou passar com meus fãs, vão vir do mundo todo. Vai ser incrível", contou ela numa live do canal "Fan Station BR", no Instagram.

Após se aposentar por incontáveis problemas no joelho e ter depressão, Fernanda Venturini hoje ensina o beabá do bem estar para seus fãs e seguidores. No "14 minutos de Saúde", programa que apresenta em seu canal no YouTube, ela difunde a ideia de uma vida mais saudável para quem quer longevidade como ela. "Eu quero viver bem, digo bem mesmo, até os cem anos. Não como carboidrato e açúcar, faço jejum intermitente, me exercito, faço ozonioterapia, me trato com GH... Estou com esse corpão por isso. Digo sempre: menos mercado e mais feira. Menos desembrulhar e mais descascar", ensina.

Fernanda só está reticente ainda em tomar a vacina contra a Covid-19. "Se as pessoas cuidassem mais da saúde, não estaria morrendo tanta gente. Não tomei a vacina ainda. Estou estudando, não sei qual vou tomar. Converso muito com os médicos e eles não querem dar muito palpite. Então, sei lá".

Sobre os 22 anos de casamento com Bernardinho, a maior parte deles trabalhando juntos, ela não mede palavras: "Ele é muito intenso, o vôlei é o amor da vida dele. Eu, como levantadora do time dele, e o Bruno (filho do técnico), a gente treinava muito mais que os outros, para ninguém achar que éramos favorecidos. Mas ele melhorou. Com o vôlei masculino ele melhorou. Bernardinho era muito estressado com a gente. Mas depois virou um lorde. Depois de dez anos que ele melhorou. Aprendi lidar com ele".

Com José Carlos, Fernanda experimenta o amor na maturidade e muitas coisas novas. Apesar da vida regrada, está se permitindo até umas taças de vinho. "Ele foi somelier, fez curso de tudo esse menino. Todo vinho que abre vem com uma história. Eu já abro e bebo logo", diverte-se ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos