Ferramenta do GLOBO que informa sua posição na fila da vacina no Brasil incorpora novos critérios

O Globo
·1 minuto de leitura
Arte

RIO — Ferramenta já utilizada por milhões de leitores desde seu lançamento, em dezembro, a plataforma do GLOBO que indica a posição dos brasileiros na fila da vacina contra a Covid-19 foi atualizada com os novos critérios estabelecidos pelo governo federal. Agora é possível revisitar o ambiente digital e consultar seu posicionamento na lista de prioridades previstas no Plano Nacional de Imunizações (PNI).

O país começou a vacinação contra o coronavírus oficialmente no dia 18 de janeiro, quando brasileiros de diferentes estados receberam doses da CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan. A primeira brasileira imunizada, no entanto, foi a enfermeira Monica Calazans, durante uma cerimônia simbólica do governo de São Paulo, no dia 17.

Desde então, o Ministério da Saúde revisitou prioridades previstas nas fases do PNI. Cabe reforçar que menores de 18 anos e gestantes não serão contempladas pela vacinação contra a Covid-19 neste primeiro momento, uma vez que não houve testes suficientes das vacinas adotadas pelo Brasil nestes dois grupos.

Recentemente, o governo federal incluiu, entre outros agrupamentos, profissionais do setor aéreo e aquaviário e da construção civil entre as prioridades a serem incluídas após o fim da primeira fase de imunização.

Segundo boletim da última segunda-feira divulgado pelo consórcio de veículos da imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, UOL, Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo, 2.496.159 pessoas já receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no país.