Ferrari guiada por Michael Schumacher deve ser leiloada por R$ 43 milhões

Ferrari F300 foi o carro da equipe construído para a temporada 1998 da Fórmula 1 e leiloeira espera receber entre US$ 6 milhões e US$ 8 milhões (Photo by Lewis Whyld/PA Images via Getty Images)
Ferrari F300 foi o carro da equipe construído para a temporada 1998 da Fórmula 1 e leiloeira espera receber entre US$ 6 milhões e US$ 8 milhões (Photo by Lewis Whyld/PA Images via Getty Images)
  • Leiloeira RM Sotheby’s espera receber entre US$ 6 milhões e US$ 8 milhões pelo modelo

  • Ferrari F300 foi o carro da equipe construído para a temporada 1998 da Fórmula 1

  • Ainda não se sabe se o carro virá equipado com o seu notável motor V10 de 800 cv

A leiloeira RM Sotheby’s está recebendo lances para uma Ferrari de Fórmula 1, que foi guiada por Michael Schumacher, e que venceu todas as corridas das quais participou. A instituição espera receber entre US$ 6 milhões e US$ 8 milhões (entre R$ 32,4 milhões e R$ 43,2 milhões).

De acordo com informações do portal Autopapo, "o modelo em questão se trata da Ferrari F300, carro construído para a temporada 1998 da Fórmula 1. O bólido é o de chassi nº 187 e foi o 7º, dos nove F300 construídos para aquele ano".

O modelo participou de apenas quatro grande prêmios e venceu todos: Canadá, França, Inglaterra e Itália, este último, no GP de Monza, o que conferiu um gosto especial à vitória por se tratar da casa da Ferrari. No entanto, ainda não se sabe se o carro virá equipado com o seu notável motor V10 de 800 cv.

Outras raridades

Um Honda Civic SiR de sexta geração (EK4), japonês, e com apenas 26 quilômetros no hodômetro, não está à venda, mas seu proprietário aceita fazer negócios. Desde que sejam “ofertas na casa dos seis dígitos", ou seja, de mais de 100 mil euros - cerca de R$ 540 mil.

O que está valorizando o carro em questão é a história por trás dele. Segundo o blog automotivo português Razão Automóvel, o Civic ainda tem os plásticos de fábrica nos bancos, os encostos de cabeça dos bancos traseiros sequer foram instalados e permaneceu guardado desde que saiu da fábrica, em 1996.

No final de junho, um exemplar do Maserati 3500 GTi, um dos veículos mais raros da marca italiana e que teve apenas cerca de 450 unidades produzidas, estava sendo vendido por US$ 139.500 (aproximadamente R$ 730 mil na cotação atual).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos