Ferrero manda recolher Kinder Ovos após contaminações com salmonela

·1 min de leitura
Lotes do chocolate Kinder Ovos precisaram ser tirados de circulação. Foto: Victoria Jones/PA Images via Getty Image.
Lotes de Kinder Ovos precisaram ser tirados de circulação. Foto: Victoria Jones/PA Images via Getty Image.
  • 57 pessoas contraíram a doença, a maioria crianças

  • Kinder Ovos com validade até julho e outubro deste ano foram recolhidos

  • Caso aconteceu no Reino Unido

A empresa de produtos alimentícios Ferrero precisou mandar recolher de lotes de Kinder Ovos por suspeita de que eles estariam ligados a um surto de salmonela no Reino Unido. Ao menos 57 pessoas contraíram a doença. Do total, três quartos eram crianças de até cinco anos de idade.

A Food Standard Agency confirmou que o recall foi feito por conta dos casos de salmonela, segundo o jornal local Mirror. “Para reduzir o risco de futuras doenças, consumidores não devem comer os produtos listados no alerta de recall e eles ou seus pais ou guardiões devem seguir as instruções de risco”, disse a agência.

Os produtos afetados são ovos de 20g ou pacotes de três ovos com validade até 11 de julho de 2022 e 7 de outubro de 2022.

Em nota, a Ferrero afirmou que o recolhimenot é uma “medida de precaução” e aconselhou que pessoas não comam o chocolate. Consumidores que compraram os itens listados podem entrar em contato com a empresa para receber seu dinheiro de volta.

Salmonela pode causar febre, diarreia e cólicas abdominais. A maioria dos casos passa em alguns dias, mas algumas pessoas podem ter formas mais graves da doença, que pode levar a internações.

O recall acontece após uma investigação da Agência de Segurança de Saúde do Reino Unido (UKHSA, na sigla em inglês), junto com a Saúde Pública da Escócia, do País de Gales e da Irlanda do Norte. Os chocolates em recall foram todos manufaturados na mesma fábrica na Bélgica.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos