Festa com ao menos 150 pessoas é interditada em Duque de Caxias (RJ)

LUÍS COSTA
·1 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Uma festa com ao menos 150 pessoas foi interditada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na noite do último dia 9, em Duque de Caxias, no Rio, às margens da rodovia Washington Luís. A PRF já havia identificado a organização do evento cerca de uma semana antes, pelas redes sociais, e chegou a orientar os responsáveis para que cancelassem a festa. Apesar do aviso, os organizadores seguiram com o planejamento. Organizadores de festas clandestinas no Rio têm usado táticas para escapar da fiscalização da prefeitura contra a pandemia da Covid-19. Segundo informações da Seop (Secretaria de Ordem Pública), as estratégias dos responsáveis vão da omissão dos locais dos eventos à migração para cidades vizinhas. Em razão de decreto expedido pelo governador Cláudio Castro (PSC-RJ), que valeu até segunda (12), festas e eventos estavam proibidos em todo o estado como medida para conter o avanço da Covid-19 no Rio de Janeiro. No local, policiais encontraram pessoas em pé, aglomeradas e sem qualquer tipo de proteção nem distanciamento. Os responsáveis foram encaminhados à Polícia Civil. Segundo a PRF, além de responderem pelo descumprimento do decreto, os responsáveis podem ser processados nos termos do artigo 268 do Código Penal por descumprirem determinação do poder público destinada a impedir a indução ou propagação de doença contagiosa. A pena prevista é de detenção de um mês a um ano, além de multa.