Festa com Ivete Sangalo e Cláudia Leitte no Carnaval é cancelada na BA

·2 min de leitura
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 29.09.2019 - Show da cantora Ivete Sangalo durante o festival Rock in Rio, no parque Olímpico, na zona oeste da cidade. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 29.09.2019 - Show da cantora Ivete Sangalo durante o festival Rock in Rio, no parque Olímpico, na zona oeste da cidade. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - Uma das principais festas particulares previstas para o período carnavalesco em Salvador foi cancelada nesta terça-feira (11).

Em formato de Carnaval indoor, a festa privada Salvador Folia aconteceria de 24 a 27 de fevereiro no Centro de Convenções de Salvador. O evento teria entre as suas atrações as cantoras Ivete Sangalo e Cláudia Leitte.

"O Salvador Folia e seus organizadores entendem que o momento é de cautela e responsabilidade", informou a produção do evento ao justificar a decisão. As pessoas que já haviam comprado o ingresso serão ressarcidas.

O cancelamento da festa acontece um dia depois de o governador da Bahia, Rui Costa (PT), emitir um decreto no qual reduziu o limite de público para eventos no estado de 5.000 para 3.000 pessoas.

A decisão foi tomada em decorrência do avanço de casos de Covid-19 no estado -o número de casos ativos da doença subiu para 5.493 nesta terça e segue em tendência de alta após as festas de fim de ano.

O cancelamento do Carnaval de rua em Salvador já havia sido anunciado pelo governo do estado e prefeitura da capital baiana. A realização de festas privadas, contudo, está liberada, desde que sigam os protocolos sanitários e de limite de público definidos pelo governo estadual.

Festas populares também foram canceladas, caso da Lavagem do Bonfim, que aconteceria na quinta-feira (12). A expectativa é que também não aconteçam a Festa de Iemanjá e a Lavagem de Itapuã, ambas previstas para fevereiro.

Outros eventos que aconteceriam no mês de em Salvador também acabaram sendo cancelados. Foi a caso da festa Bonfim da Tarde, que aconteceria na Bahia Marina na quinta com shows de Bell Marques e Harmonia do Samba.

Também houve cancelamento da Terça da Bênção, tradicional ensaio de verão do Olodum que aconteceria nesta terça-feira no Pelourinho. O show de Lulu Santos em Salvador, que seria em 13 de fevereiro na Concha Acústica, foi adiado.

O Baile da Santinha, comandado pelo cantor Léo Santana, também foi suspenso nesta segunda (10) após o anúncio do novo limite de público para os shows. A festa aconteceria nos dias 14 e 21 de janeiro.

Em uma rede social, Léo Santana cobrou do governo do estado que reforce, "de maneira firme", a exigência do passaporte de vacinação.

"Precisa haver um pacto de todos nós sobre isso. Restaurantes, shoppings, bares, todos os lugares de circulação pública. Não quis vacinar, fica em casa. O que não dá é para cancelar toda a cultura e eventos e o setor pagar uma conta se arrasta por anos", afirmou.

A retomada de medidas restritivas gerou reações entre empresários do setor. Nesta segunda , a Associação Brasileira dos Promotores de Eventos divulgou uma carta afirmou ser "precipitado, preconceituoso e incoerente o cancelamento de eventos controlados que obedecem aos cuidados necessários e exigidos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos