Festa de confraternização em MG contamina 23 pessoas com variante Ômicron

·1 min de leitura
Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução.
  • De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Extrema, em Minas Gerais, 23 pessoas se contaminaram com a variante Ômicron;

  • Os infectados, funcionários da mesma empresa, participaram de uma confraternização na semana passada, em São Paulo;

  • O médico-coordenador do controle da Covid-19 em Extrema afirma que todos os infectados estão em isolamento domiciliar e que apresentam sintomas leves.

Segundo confirmação da Secretaria Municipal de Saúde de Extrema, município de Minas Gerais, 23 pessoas da região se contaminaram com a variante Ômicron. Os infectados, funcionários da mesma empresa, participaram de uma confraternização na semana passada, em São Paulo.

Leia também:

Enis Donizetti Silva, médico-coordenador do controle da Covid-19 em Extrema, afirma que a notificação do surto veio no começo da semana por meio da Vigilância Sanitária e da Vigilância Epidemiológica.

De acordo com o médico, foram 11 casos iniciais de pessoas que tinham participado da confraternização na sexta-feira, em São Paulo. 

Donizetti diz que a avaliação desses casos foi feita junto à empresa dos funcionários, e a partir da ocorrência do surto se pediu uma avaliação dos mesmos.

Após isolar a empresa, todos os empregados foram mandados para casa. Desde então, outros do grupo da confraternização foram testados e mais casos deram positivo, totalizando 23 pessoas.

Donizetti afirma que todos os pacientes estão em isolamento domiciliar, apenas tendo sintomas leves e sem necessidade de hospitalização.

O médico-coordenador alerta a população sobre os cuidados necessários no período de Natal e Ano Novo.

Com informações do Portal G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos