Festival de Cannes começa com presença de astros de Hollywood e sob a sombra da guerra na Ucrânia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A 75ª edição do Festival de Cinema de Cannes começa nesta terça-feira (17), com a presença de estrelas de Hollywood e sob a sombra da guerra na Ucrânia. Depois de dois anos abalado pela pandemia de Covid-19, o evento recupera seu ritmo e glamour. Vinte e um filmes concorrem à Palma de Ouro, mas nenhum longa brasileiro recente integra a competição oficial. O único filme nacional exibido em Cannes este ano será o clássico “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, de Glauber Rocha.

Adriana Brandão, enviada especial ao Festival de Cannes

O primeiro tradicional tapete vermelho de Cannes neste ano terá o diretor francês Michel Hazanavicius e os atores do filme "Coupez!" (Corta!, tradução livre). A nova obra de Hazanavicius, conhecido mundialmente pelo oscarizado “O Artista”, abre o festival, mas não faz parte da competição oficial.

O filme de zumbi é uma paródia que promete fazer rir a plateia. Ele se chamava originalmente “Z (como Z)” em homenagem ao gênero cinematográfico da obra, mas o título foi mudado por causa da guerra na Ucrânia. A letra Z é usada como símbolo pelo exército russo no conflito armado.

O Festival de Cannes, em nome do cinema francês, não queria nenhum sinal que pudesse indicar qualquer ambiguidade sobre a posição do evento contra a agressão da Rússia e em solidariedade ao povo ucraniano. Após a invasão da Ucrânia, em 24 de fevereiro, os organizadores do evento divulgaram uma nota criticando a atitude da Rússia e anunciando que nenhuma delegação oficial de Moscou estaria presente.

Deus e o Diabo na Terra do Sol


Leia mais

Leia também:
Corpos periféricos protagonizam filmes brasileiros no Festival de Cinema de Toulouse
Gérard Depardieu critica seu amigo Putin e Kremlin propõe “explicar conflito” ao ator francês
Conheça os filmes brasileiros premiados no Cinélatino em 2022, o Festival de Cinema de Toulouse

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos