Festival 'Dança em Trânsito' completa 20 anos e traz 36 espetáculos ao Rio

Depois de uma versão virtual, em 2020, e uma híbrida, no ano passado, o Dança em Trânsito comemora seus 20 anos com uma edição novamente 100% presencial, no Teatro Prudential. De hoje a domingo, serão 36 apresentações no palco da Glória, além de oficinas e residências. O encerramento será domingo, na Praça Mauá, com apresentação gratuita de sete companhias, a partir das 10h30.

De volta: Prosa na Cozinha reabre as portas em novo endereço

Rio Gastronomia: evento terá shows de nomes da MPB, rodas de samba e carnaval fora de época

O Dança em Trânsito chega ao Rio após passar por Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo. Daqui, segue para outras 28 cidades brasileiras, além de uma passagem em Paris, em setembro. No total, o festival, que se encerra em outubro, reunirá 41 companhias de Brasil, Coreia do Sul, Eslovênia, Espanha, França, Itália e Suíça.

Hoje, a abertura , às 13h, é com a Focus Cia. de Dança, do coreógrafo Alex Neoral, que encena “Vinte”, baseado na obra de Clarice Lispector.

— Também neste primeiro dia temos a Companie Felinae, da França, que mistura danças urbanas com contemporâneas, e a Renato Vieira Cia de Dança com “Malditos”, um duo sobre o período da ditadura, superpoético — destaca Flávia Tápias, uma das curadoras do evento e coreógrafa de “Café não é só uma xícara”, espetáculo do Grupo Tápias Cia de Dança, que traz uma pesquisa em cima das fotografias de Sebastião Salgado e estreia amanhã no festival.

Cria da Pandemia

Já a Marcia Milhazes Cia de Dança leva para o Prudential, também hoje, o seu “Paz e amor”, coreografado à distância no auge da pandemia.

— São dois solos que se entrelaçam, como se fosse um sussurrando para o outro. Construí por computador com meus dois intérpretes, cada um de sua casa, numa experiência muito forte — conta Marcia Milhazes.

Crítica: 'Um herói', do iraniano Asghar Farhadi, é cinema à moda antiga

Giselle Tápias, que assina a curadoria do festival com a filha, adianta uma novidade desta edição:

— Resolvemos fazer a Vitrine da Dança Contemporânea, selecionando 26 companhias do Brasil inteiro que vêm ao Rio mostrar seus trabalhos, com possibilidades de desdobramentos para outros países que terão representantes aqui.

Ao longo da semana, há outros destaques, como “Jour Blanc” (sábado, às 11h), da companhia suíça Sam Haster, que leva para o palco de 15 a 20 crianças da cidade onde estão. A programação completa do festival está no site www.dancaemtransito.com.br

Onde: Teatro Prudential. Rua do Russel 804, Glória (3553-3557) // Praça Mauá s/n, Centro. Quando: Qua a dom, das 11h às 20h. Quanto: R$ 30 e grátis (consultar programação). Classificação: Livre.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos