Festival Dança em Trânsito envolverá 25 cidades do país, com programação presencial e online

·5 min de leitura

Depois de apresentar uma edição 100% online – indicada ao Prêmio Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) na categoria Difusão –, o festival internacional de dança contemporânea Dança em Trânsito retorna às ruas e palcos do país, ao mesmo tempo em que incorpora a programação virtual, em um inédito formato híbrido. De norte a sul do Brasil, 25 cidades de dez estados estão envolvidas com residências, projetos formativos, mentorias e intercâmbios – iniciados virtualmente em março – e, presencialmente, de 6 de novembro a 19 de dezembro, com espetáculos de 27 companhias do Brasil, Alemanha, Canadá, Espanha, França, Israel, México, Portugal, Suíça e Uruguai, transmissões de vídeos, além de residências de criação e oficinas gratuitas. O 19º Dança em Trânsito é apresentado pelo Ministério do Turismo e apresentado e patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, Banco do Brasil, Engie e VW Caminhões e Ônibus.

No Rio de Janeiro, o Dança em Trânsito acontece entre 8 e 14 de novembro, com espetáculos, performances e projeções de filme no CCBB RJ, a partir das 17h, com exceção do primeiro e último dia, a partir das 18h30. No domingo, o Museu de Arte do Rio – MAR recebe a apresentação do resultado da Formação Continuada, em parceria com a Escola do Olhar, às 13h. No mesmo dia, haverá a tradicional ocupação dos espaços públicos ao longo da Orla Conde, com um total de nove espetáculos de companhias brasileiras e estrangeiras, com início às 11h, desde o entorno do Museu do Amanhã até o CCBB, onde acontecem as duas últimas apresentações, às 18h30.

A fim de minimizar os riscos para toda a equipe, a curadoria artística levou em consideração o número de integrantes das companhias a serem convidadas, os perfis de espetáculos e performances adaptáveis aos ambientes externos, assim como os deslocamentos de cada companhia. Além disso, alguns artistas e companhias do exterior estão envolvidos de forma remota, seja à frente das aulas de formação online ou através dos trabalhos exibidos em vídeo durante o festival.

Na programação carioca, a Focus Cia de Dança, de Alex Neoral, apresenta o duo Grand Pas, um recorte do novo trabalho, VINTE; Márcia Milhazes Dança Contemporânea traz Paz e Amor, montado via online na pandemia, e ainda exibe o filme o filme Pássaros, ambos no CCBB; Renato Vieira Cia de Dança mostra o espetáculo Mal Ditos, inspirado no Movimento dos Poetas Malditos e na experiência pessoal de Renato durante a Ditadura, em 1964. A paulistana T.F.Style Cia de Dança vem com o premiado (APCA/2019) ELO, focada na dança urbana contemporânea, que estabelece diálogos entre corpo, arquitetura e público em busca de um novo olhar para a cidade. O Grupo Tápias (RJ), Cia associada ao festival dirigida por Flávia Tápias, escolheu para o Rio de Janeiro a estreia de sua nova coreografia IMPREVISTO, onde o amor acontece, baseada no poema homônimo de Fernanda Estrella. Duas companhias espanholas – Cia Elías Aguirre (Madrid) e Iron Skulls Co (Barcelona) – chegam das duas principais metrópoles daquele país com, respectivamente, Flowerheads, que mistura realidade e fantasia na precisão de movimentos de bichos e plantas; e Sinestesia, onde a dança contemporânea encontra a acrobacia e o hip hop. Da França, a Compagnie Vivons (Paris) traz ao país NEVER 21, que aborda as questões levantadas pelo movimento Black Lives Matter e homenageia os jovens negros vítimas da violência armada que nunca chegarão aos 21 anos. O uruguaio Christian Moyano percorre diversas cidades a partir do Rio com oficinas e a apresentação de Pauza, em que faz uma reflexão sobre as questões da quarentena.

O festival passa ainda por Mangaratiba (RJ), 6/11; Goiânia (GO), 15 e 16/11; Brasília (DF), 18 a 21/11; São Luiz (MA), 25 e 26/11; Belém (PA), 28/11; Canaã dos Carajás (PA), 30/11; Belo Horizonte (MG), 3 e 4/12; Ipatinga (MG), 6/12; Coronel Fabriciano (MG), 7/12; Vitória (ES), 10/12; Vila Velha (ES), 11/12; Entre Rios do Sul (RS), 14/12; Alto Bela Vista (SC), 15/12; Florianópolis (SC), 17/12; Capivari de Baixo (SC), 18/12 e São Paulo (SP), 19/12.

O festival oferece ainda 19 oficinas gratuitas, em 10 cidades, ministradas por convidados nacionais e internacionais participantes do festival. São encontros pontuais, de duas a três horas de duração, abertos a todos os interessados. Inscrições e mais informações no site www.dancaemtransito.com.br.

SERVIÇO:

Rio de Janeiro

Data: 8 a 14 de novembro

Local: Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB RJ* (Rua Primeiro de Março, 66 – Centro) - 21 3808-2020

Horários: a partir das 18h30 – dias 8 e 14/11

a partir das 17h – 10 a 13/11

Ingressos: Teatro I – R$ 15 (preço único)

Sala de Cinema 2 – entrada franca (retirada cortesia no site eventim)

Hall do Cinema e Rotunda – entrada franca

*O CCBB RJ está adaptado às novas medidas de segurança sanitária: entrada apenas com agendamento online, controle da quantidade de pessoas no prédio, fluxo único de circulação, medição de temperatura, uso obrigatório de máscara, disponibilização de álcool gel e sinalizadores no piso para o distanciamento. No teatro, a capacidade foi reduzida para 50%, com higienização completa antes de cada apresentação/sessão, além do distanciamento de 2 metros entre as poltronas.

Data: 14 de novembro (domingo)

Horário: 13h

Local: Museu de Arte do Rio – MAR (Praça Mauá, 5 – Centro) - 21 3031-2741

Apresentação do resultado da Formação Continuada em parceria com a Escola do Olhar

Ingressos: R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia entrada)

https://ingressos.museudeartedorio.org.br

Mais informações: https://museudeartedorio.org.br/

Data: 14 de novembro (domingo)

Horário: de 11h às 18h (programação completa em www.dancaemtransito.com.br)

Local: Espetáculos ao ar livre, no entorno do MAR até corredor cultural ao lado CCBB

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos