Festival leva música, esportes e atividades de bem-estar à Praia de Ipanema

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Marcos Valle
    Brazilian musician

RIO — Chega de saudade. Após quase dois anos de recesso, por conta da pandemia, o Rio Bossa Nossa volta na quinta-feira às areias de Ipanema, em frente ao Jardim de Alah. Até domingo, o evento gratuito terá shows de nomes consagrados da bossa nova, como Marcos Valle e Leila Pinheiro, e de expoentes da nova geração, como Theo Bial e Dora Morelenbaum, filha do violoncelista e arranjador Jaques Morelenbaum.

Haverá também atividades como futevôlei, vôlei, beach tennis, slackline, altinha e futmesa. O público ainda poderá participar de aulas de ioga, body pump, spinning e cross training. A programação completa está disponível no Instagram @riobossanossa.

— Estamos no berço da bossa nova, que é a Praia de Ipanema. Queremos proporcionar uma programação na praia voltada para a família, com atividades esportivas e de bem-estar e boa música — afirma Emerson Martins, sócio-diretor da Carioca Entretenimento, responsável pelo evento.

A bossa nova é algo caro para Martins. Ele conta que o pai, J. Martins, sócio da churrascaria Plataforma, era muito amigo de Tom Jobim, frequentador assíduo do local:

— Conheci Tom Jobim ainda criança. Cresci no meio da bossa nova.

A programação musical do Rio Bossa Nossa começa na quinta-feira, às 18h, com apresentação de Alice Citybossa, seguida pelo show “Dora Morelenbaum convida Marcos Valle”. No domingo, às 19h, o cantor e compositor Theo Bial recebe Leila Pinheiro. Segundo Max Viana, diretor musical do evento, a intenção de promover o encontro de gerações é mostrar a força da bossa nova.

— É um gênero tão incrível, que projetou a nossa música mundo afora. Esta é uma maneira de contar essa história que vem lá de trás e permeia toda a música brasileira, passando por várias gerações. E fazer isso em Ipanema, onde tudo começou, é ainda mais especial — destaca o cantor, compositor e guitarrista, que é filho de Djavan.

Marcos Valle conta que está animado para retornar aos palcos depois de tanto tempo. Para ele, fazer esse show na praia, um lugar ao qual sempre foi muito ligado, desde menino, vai ser “uma experiência fantástica”.

— Eu sou um cara otimista e sempre acredito que vamos melhorar. Vamos sair dessa em todos os sentidos e vamos encontrar momentos melhores para alegria, cultura, artes, liberdade, para tudo — aposta.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos