Festival Panorama comemora 30 anos com muita dança

Um dos mais tradicionais eventos de dança do país, o Festival Panorama comemora 30 anos com uma série de performances e intervenções urbanas, de amanhã até o dia 28. Entre os 11 espetáculos da programação — que inclui apresentações gratuitas em espaços como a Praça Mauá, projeções de dança surpresa na Lapa e rodas de conversa no Museu de Arte do Rio —, destaca-se “Encantado”, mais recente trabalho da prestigiada coreógrafa Lia Rodrigues, que será encenado sexta e sábado no Teatro João Caetano.

— Este ano homenageamos artistas importantes da dança brasileira que, como o festival, têm 30 anos de estrada. Assim, além de Lia Rodrigues, convidamos nomes como Alejandro Ahmed e Marcelo Evelin, que estão entre os mais reverenciados dessa geração — destaca Nayse López, diretora artística do evento, que tem ainda nomes conhecidos como Cristian Duarte e Alice Ripoll (com a Cia. Suave), novos talentos e um espetáculo infantil.

‘Encantado’

O espetáculo de Lia Rodrigues será apresentado pela primeira vez em teatro carioca. Teatro João Caetano, Praça Tiradentes. Sex, às 19h. Sáb, às 18h. R$ 30. 16 anos.

‘Looping: Rio Overdub’

A performance dos baianos Felipe Assis, Rita Aquino e Leonardo França ganha versão com artistas locais e mistura de ritmos. Circo Crescer e Viver. Rua Carmo Neto 143. Sex, às 20h30. R$ 10. 16 anos.

‘The hot one hundred choreographers’

Cristian Duarte construiu o solo com uma colagem de 100 trechos de coreografias que admira. Teatro da Caixa Nelson Rodrigues (Av. República do Paraguai 230). Sáb, às 19h30. Dom às 18h. R$ 30.

‘Z’, de Alejandro Ahmed

Há 20 anos sem dançar no Rio, o bailarino, que ficou surdo, encena “Z”, uma obra “músico-coreográfica”. Teatro da Caixa Nelson Rodrigues. Dias 20, 21 e 22. R$ 30.

Marcelo Evelin

Em “Barricada”, o artista investiga a proximidade como uma posição política. Dias 21 e 22 (local a confirmar).

‘Suave’, Alice Ripoll

A Cia. Suave, nascida com a coreografia, coloca o passinho em cena. Teatro da Caixa Nelson Rodrigues. Dias 27 e 28, às 19h.R$ 30. 12 anos.

Original Bomber Crew

O grupo de break do Piauí encena “Treta — Uma invasão performática”. Superuber, Rua Silvino Montenegro 78, Gamboa. Dias 27 e 28, às 20h30. Grátis. 16 anos.

'Ka’adela- Ação coletiva de contra-ataque’

O público é convidado a se juntar aos artistas na performance. Praça Mauá. Dias 20 e 21, às 18h. Grátis.

Tieta Macau

A maranhense apresenta “Rezos para rasgar o mundo”. Museu da História e Cultura Afro-Brasileira. Rua Pedro Ernesto 80. Sex, às 17h30. Grátis.

‘Involuntários da pátria’

Performance de Sonia Sobral, com Fernanda Silva, baseada em texto do antropólogo Eduardo Viveiros de Castro Dia 22 (local a definir).

‘Tudo que não invento é falso’

Voltada para o público infanto-juvenil, é inspirada no livro “Memórias inventadas: as infâncias de Manoel de Barros”. Arena Dicró (Penha): dia 21, às 16h. Arena Fernando Torres (Parque Madureira): dia 28, às 17h. Grátis.