Festival de Salzburgo marcado pela guerra

Festival de Salzburgo marcado pela guerra

Salzburgo, a terra natal de Mozart recebe a mais uma edição de um dos maiores festivais de música e teatro do mundo.

São 45 dias de espetáculos, este ano marcados pela guerra na Ucrânia. Ontem, a cerimónia de abertura contou com a presença do presidente da Áustria, Alexander Van der Bellen, e da nova presidente do Festival de Salzburgo, Kristina Hammer.

Este ano, o diretor artístico do festival escolheu a "Divina Comédia" de Dante como um dos pontos centrais do evento que termina no dia 31 de Agosto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos