FGTS: saiba como reaver o valor do saque extraordinário

 Novembro é o mês do 13º salário e da Black Friday. Rafael Henrique/Getty Images
Novembro é o mês do 13º salário e da Black Friday. Rafael Henrique/Getty Images
  • O valor foi creditado na Poupança Social Digital

  • Cerca de R$ 9,2 bilhões retornaram para as contas

  • O pedido pode ser feito através da solicitação de retirada pelo App FGTS

O governo liberou o saque no valor de R$ 1 mil reais do saldo do FGTS entre os meses de abril e julho. De acordo com a Caixa Econômica Federal, o valor foi creditado na Poupança Social Digital, aberta automaticamente pelo banco. Caso o crédito não seja movimentado, os recursos voltam para o fundo.

A maior parte dos trabalhares fizeram o saque automaticamente. No entanto, caso não haja movimentação, o valor total pode voltar ao FGTS após 90 dias. A operação é é feita pelo aplicativo Caixa Tem.

No começo deste mês, a Caixa começo a retornar os valores para a conta do FGTS dos trabalhadores que foram creditados, mas não foram movimentados pelos titulares. Cerca de R$ 9,2 bilhões retornaram para as contas.

As pessoas que tiveram os recursos retornados automaticamente para o fundo, por não terem movimentado o valor, mas desejam o crédito do Saque Extraordinário, têm até 15 de dezembro para fazer a solicitação de retirada pelo App FGTS. Depois de fazer o pedido, o crédito será feito na conta digital do Caixa Tem em até 15 dias.

Já quem decidir não utilizar o dinheiro pode optar pelo desfazimento do crédito automático, através do Aplicativo FGTS ou em uma agência da Caixa, até 10 de novembro de 2022, ou aguardar até que o saldo volte ao FGTS após o final do prazo.

De acordo com o banco estatal, os recursos serão retornados à conta do FGTS de agosto até 15 de dezembro de 2022.